EUA podem proibir aplicativos chineses, incluindo TikTok

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse na noite desta segunda-feira (6) que o país está “certamente olhando” para a possibilidade de proibir aplicativos chineses de mídia social

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse na noite desta segunda-feira (6) que o país está “certamente olhando” para a possibilidade de proibir aplicativos chineses de mídia social, incluindo o TikTok.

“Não quero me antecipar ao presidente (Donald Trump), mas é algo que estamos vendo”, disse Pompeo em entrevista à Fox News.

Os legisladores dos EUA levantaram preocupações de segurança nacional sobre o manuseio de dados de usuários pelo TikTok, dizendo que estavam preocupados com as leis chinesas que exigem que as empresas domésticas “apoiem e cooperem com o trabalho de inteligência controlado pelo Partido Comunista Chinês”.

O aplicativo, que não está disponível na China, costuma enfatizar sua independência em relação ao governo do país.

As observações de Pompeo também ocorrem em meio às crescentes tensões entre os Estados Unidos e a China sobre o tratamento à pandemia do novo coronavírus, as ações da China em Hong Kong e uma guerra comercial de quase dois anos.

O TikTok, um aplicativo de vídeo curtos pertencente à ByteDance, com sede na China, foi recentemente banido na Índia, juntamente com outros 58 aplicativos chineses, após conflitos entre militares e indianos na fronteira dos dois países.

Fonte: CNN Brasil


Ler Anterior

Operação da PF investiga sobrepreço no Hospital de Campanha de Aracaju

Ler Próximo

Witzel prorroga medidas restritivas no RJ até 21 de julho