Exclusivo: Prefeitura de Natal abrirá 10 novos leitos Covid no Hospital dos Pescadores

O secretário Municipal de Saúde de Natal, George Antunes, em entrevista exclusiva ao programa 12 em Ponto 98 desta quinta-feira, afirmou que a Prefeitura do Natal vai instalar novos leitos para pacientes Covid no Hospital dos Pescadores.

O secretário afirma que, entre as medidas de enfrentamento da pandemia, está ampliando o horário de funcionamento das UPAs até as 20h e do Cemure, que funcionará também aos sábados, para atender à população. Com relação a ampliação de leitos, ele confirma que o Hospital dos Pescadores receberá equipamentos para instalação de UTIs e Hospital de Campanha de Natal contará com mais 10 leitos, além dos 30 já existentes, ainda nessa semana

De acordo com George Antunes, a secretaria está coordenando uma ação que transforma o Hospital dos Pescadores, no bairro das Rocas, em uma unidade que atenderá apenas pacientes com Covid-19. Essa ação será possível pois a pasta está fechando uma negociação com hospitais de pequeno porte para transferir os pacientes clínicos não Covid do Hospital dos Pescadores, onde também serão implantados mais 10 leitos de UTI que devem estar disponíveis na próxima semana.

O secretário espera que as UPAs esvaziem um pouco nos próximos dias e afirma que 80% da “culpa” desse momento crítico na saúde é da população, já que as aglomerações vem crescendo desde às eleições e a situação estava controlada no estado, e pede que ela “faça sua parte” alertando para que na Semana Santa a situação não seja mais agravada.

Em relação ao aumento de internações de pessoas mais jovens, George Antunes atribui ao comportamento inconsequente das pessoas em relação à pandemia, “Quem tá causando essa onda toda não é o vírus, com certeza não é o vírus, é o povo, o problema tá no povo e, principalmente no adulto jovem”, afirma o secretário, não descartando que medidas mais duras de restrição venham a ser tomadas.

Na tarde desta quinta-feira (25), o Rio Grande do Norte tem 89,2% dos leitos ocupados, a Região Metropolitana está com  91,2%, o Seridó tem 94,3% e a região Oeste 83,3% de ocupação.

Confira a fala do secretário de Saúde de Natal, George Antunes


Ler Anterior

Câmara de Natal rejeita emenda que garantia retorno de 100% da frota de ônibus

Ler Próximo

Bares e restaurantes: sindicato diz que vai colaborar com decretos e pede fiscalização