EXCLUSIVO: Treinador contratado pelo Monamy denuncia abandono por parte dos responsáveis

Gilberto Costa diz que time desistiu do Estadual Feminino e que ele e atletas estão abandonados

Treinador contratado pelo Monamy denuncia abandono e descaso. Foto: Divulgação

Na noite da última quarta-feira fui procurado via Direct do Instagram por Cristiano, dizendo que estava tendo dificuldades em resolver uma situação com um time de futebol feminino do RN e que se não conseguisse resolver, iria denunciar o caso.

Na manhã deste sábado (23) novamente Cristiano  entrou em comigo e fez o seguinte relato:

” Sou Cristiano Costa ,no futebol ficou Cristiano Recife, tive uma passagem aqui ( RN )  em alguns clubes , como Palmeira de Goianinha e outros , venho aqui externar uma insatisfação com dois cidadãos, Wilton e Italo duas pessoas que deveriam ser banidos do futebol e ainda por cima futebol feminino. No dia 11 de janeiro me trouxeram mandando passagens e adiantando uma parte do acordo, para um trabalho no  MONAMY. Eles foram conversar comigo no Campeonato Paraibano,  onde eu estava nas semifinais do Paraibano e logo em seguida me trouxeram para Parnamirim.  No último  dia 19 eles vieram  com uma conversa de que o time não iria entrar mais no campeonato”.

Cristiano afirma que ele trouxe três atletas para a equipe e que estão abandonados em Parnamirim

” Eles não pagam  as passagens  e estamos abandonados. Na quarta-feira passada ( 21 ) tivemos uma reunião e foi decidido de resolver no mesmo dia a tarde ,então chegou hoje dia 23 e estamos aqui largados sem assistência, mas irei contar o porque eles inventaram isso, porque eu falei enquanto eu estivesse a frente eu iria trabalhar  profissionalmente, atleta  para jogar comigo tem que treinar, ao contrário deles que colocam atletas pela amizade e ainda por cima no dia de jogo , isso deixa pra time de pelada.  O  que me deixa indignado é que eles dizem que estão resolvendo e já se foi outro dia e a gente aqui”.

Cristiano, que é licenciado em Educação Física foi treinador do Ibis, Kashima e Mixto da Paraíba, todos de futebol feminino,  afirmou ainda que na sexta-feira ( 22) denunciou o caso na FNF em conversa telefônica com o funcionário Rubens Neto.

O espaço está aberto e à disposição dos responsáveis pelo Monay.


Ler Anterior

Secretária de Saúde inicia cadastro de condomínios para vacinar idosos em Natal

Ler Próximo

Torcida organizada do ABC provoca aglomeração no Frasqueirão durante treino da equipe