BUSCAR
BUSCAR
Família deixa chácara e passa a dormir dentro de carro por medo de Lázaro
Família dorme dentro de Fiat Uno por medo de Lázaro. (Foto: Reprodução/Metrópoles)

“Estamos vivendo um filme de terror.” As palavras de Jorlene Kellben, 33 anos, descrevem o momento vivido pela comunidade do distrito de Girassol, em Goiás. A cidade é palco de uma perseguição policial que tomou os holofotes no país.

Pelo 12º dia, Lázaro Barbosa, 32, acusado de matar uma família no Distrito Federal, continua foragido na mata local. Força-tarefa com integrantes de diversas forças policiais se mobiliza dia e noite para tentar capturar o criminoso.

Jorlene reside em uma chácara na região com os quatro filhos e o marido. Grávida de 5 meses, ela deixou o local em que vive com a família e agora dorme com eles dentro de um Fiat Uno posicionado em frente à base da força-tarefa.

“O que me fez sair de casa e dormir aqui é o medo de ver meus filhos mortos na minha frente e ainda perder a vida que está na minha barriga”, desabafa Jorlene, que tenta fugir do frio com cobertores e o calor do corpo dos familiares.

A força-tarefa continua o trabalho com cães farejadores, agentes especializados e drones de reconhecimento. Duas guarnições do Batalhão de Cães da PMDF estão na cidade na tentativa de alcançar rastros deixados pelo criminoso.

Participam da operação as polícias militar e civil de Goiás e do Distrito Federal, Polícia Federal e Rodoviária Federal, além da DPOE-DF.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Goiás, as equipes estão cada dia mais conhecedoras das peculiaridades da área de atuação e do perfil de ação de Lázaro.

*Por Metrópoles

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]