Fauci pode acabar com a pandemia?

E-mails divulgados mostram o comandate do combate ao vírus chinês nos EUA envolvido com financiamento a laboratório no epicentro da pandemia.

Diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, Dr. Anthony S. Fauci, discursa durante um briefing de atualização de coronavírus, no James S. Brady Press Briefing Room da Casa Branca. (Foto oficial da Casa Branca por Andrea Hanks)

Por Cristiano Medeiros

Dr. Anthony Fauci, diretor do National Institute of Allergy and Infectious Diseases ― NIAID, é o principal nome do combate à pandemia do coronavírus nos Estado Unidos. Atrelado a isso, como grande potência que seu país é, acaba sendo uma referência mundial para ações, diretrizes, protocolos e demais providências contra o vírus mundo afora. Suas ações são diretamente influentes para o sucesso ou fracasso do combate ao vírus chinês em todo o planeta.

Como a mídia brasileira pouco falou sobre o fato, e as ferramentas de busca certamente irão omitir os resultados, seguem alguns links que podem ajuda-lo a saber mais sobre o assunto:

https://www.washingtonpost.com/politics/interactive/2021/tony-fauci-emails/ (em inglês)

https://4poderoficial.com/2021/06/04/aumento-artificial-da-letalidade-do-virus-foi-defendida-por-anthony-fauci-em-2012/

https://conexaopolitica.com.br/mundo/e-mails-vazados-anthony-fauci-mascaras-covid/

https://www.gazetadopovo.com.br/mundo/o-que-os-e-mails-de-anthony-fauci-revelam-pandemia-eua/

https://www.buzzfeednews.com/article/nataliebettendorf/fauci-emails-covid-response

O conteúdo dos e-mails está acessível a todos, garantido pela Lei de Acesso à Informação do país. Nada foi rackeado ou violado. Os e-mails não vazaram, eles acessíveis legalmente por se tratarem das correspondências profissionais de um funcionário público federal americano.

O que está exposto desperta algumas sérias indagações sobre a conduta do Dr. Fauci diante das contradições de suas determinações públicas e o que ele realmente acredita, relatado nos e-mails. Nos documentos revelados, Dr. Fauci afirma que a Hidroxicloroquina é a solução para a doença e que máscaras não tem benefício nenhum para pessoas saudáveis, não sendo capazes de impedir contágio algum.
Este mesmo Anthony Fauci fez pouco do ex-presidente Trump quanto ao tal medicamento e, até ser pressionado no senado americano, defendia o uso de 2 máscaras, até mesmo para pessoas completamente vacinadas.

Talvez mais sério ainda sejam os investimentos, com dinheiro americano, nas pesquisas de “ganho de função“, no mesmo laboratório de onde se suspeita, ter ocorrido o “vazamento” do vírus. Teria Dr. Fauci conhecimento, desde o início de 2020, de que era feito o novo vírus?

Outra questão chama bastante atenção, o empenho absoluto das agências de checagem brasileiras e tentar descredibilizar o conteúdo das mensagens além do quase silêncio da grande imprensa sobre o assunto. Você já parou pra observar quem se comporta como se não quisesse que a pandemia acabasse?

“O que os e-mails de Fauci nos mostram até o momento:
1. Covid foi criado num laboratório em Wuhan na China.
2. Hidroxocloroquina é uma droga que irá curar o Covid.
3. Não existe tal coisa como transmissor assintomático.
4. Máscaras faciais não funcionam.
5. Lockdowns não são necessários.
6. Facebook propositadamente promoveu uma propaganda autoritária sobre o Covid.
7. Não nos foi dado números reais dos que morreram como resultado do Covid.
8. Fauci reconhecidamente mentiu para o congresso no mês passado.
9. A China mentiu sobre os seus números.
10. As crianças não são afetadas pelo Covid.
11. Mark Zuckerberg, o criado do Facebook, se ofereceu para censurar informações em favor do governo federal.”

Alguém tem dúvida de quem muitos estão lucrando trilhões de dólares com isso tudo, além de todo poder de controle sobre a população? Será que a verdade que pode estar por trás das mensagens de Anthony Fauci e tudo que ele sabe sobre o vírus chinês pode por um fim em toda essa loucura de pânico e morte que controla o mundo hoje?

Se Fauci sabe tanto e, pelo que os e-mails revelam, omitiu muito, será que ele também sabe como acabar com a pandemia? Uma coisa parece bem clara, há informação suficiente nas mensagens para mudar consideravelmente todas as “verdades” sobre o combate à doença e ao vírus. Há indícios de que alguém pode ter a cura, de que há culpados diretos e de que muita gente precisa responder judicialmente por manipular a opinião pública.

 

Foto no destaque: NIH


Ler Anterior

Ministério da Saúde anuncia protocolos para a Copa América com isolamento das seleções e testes a cada 48 horas

Ler Próximo

América acerta em apostar em destaques do Estadual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *