Federação vai recorrer até a última instância para evitar saída do Juvenal Lamartine

O programa 12 em Ponto 98 desta quarta-feira (30) conversou com o presidente da Federação Norte-riograndense de Futebol, José Vanildo, sobre a decisão da Justiça de que deveria desocupar as dependências do estádio Juvenal Lamartine em favor do Governo do Estado.

De acordo com a decisão da 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal divulgada hoje (30), a Federação Norteriograndense de Futebol (FNF) deve desocupar as dependências do espaço em um prazo de 10 dias, a contar do trânsito em julgado da presente decisão, sob pena de multa diária, cujo valor arbitrado foi de R$ 10 mil.

O Estado ajuizou uma ação Ação de Reintegração de Posse do imóvel contra a FNF, alegando que era proprietária do imóvel desde 1929, por aquisição feita à antiga Liga de Desportos Terrestres do Estado do Rio Grande do Norte (antecessora da FNF).

José Vanildo afirma que irá recorrer da decisão judicial até a última instância possível. Segundo ele, a área em que se localiza o estádio é a maior do bairro de Petrópolis, numa das áreas mais caras da cidade o que valoriza economicamente o local porém, para os clubes o interesse é o uso do espaço, não na propriedade.

O presidente ainda afirma que está em contato com a governadora Fátima Bezerra e com o vice-governador e que tem confiança no governo para a preservação do espaço do Juvenal Lamartine.

Confira a fala do presidente da FNF:

 

 

 


Ler Anterior

Desemprego afeta 13,1 milhões de brasileiros e atinge taxa recorde

Ler Próximo

Nova vice-líder do governo, Carla Dickson articula votação do “Renda Cidadã”