BUSCAR
BUSCAR
Polícia
Goleiro do Treze diz que clube “deve ser investigado pela Polícia”
Goleiro desabafa, fala em salários atrasados e pede investigação policial

Depois de ser eliminado pelo Floresta pela Pré-Copa do Nordeste, Jeferson, goleiro do Treze de Campina Grande desabafou em entrevista ao Nordeste FC. Jeferson contou detalhes graves sobre a situação pela qual o elenco trezeano estaria passando. Ele informou que, desde o ano passado, são meses de salários atrasados, e que a justificativa da diretoria para não solucionar as pendências são os bloqueios que o clube possui na Justiça.

” No ano passado foram seis meses e neste ano eu já vou para o quinto mês. É uma situação difícil. Se eu não tivesse as minhas economias, com 35 anos… Graças a Deus, eu tenho minhas economias guardadas, mas uma hora acaba. Você só tirando do bolso, e o torcedor não sabe da realidade. Não é que eu esteja jogando a culpa para fulano, para sicrano, mas é preciso sentar para conversar, porque o Treze está virando chacota. A camisa é muito forte, mas a situação não pode continuar. Todo mês informam que o dinheiro está bloqueado, e a gente nunca vê esse dinheiro. Cadê esse dinheiro, poxa? Quando vai receber, recebe 50% ou um vale. Isso não é justo! Acho que as pessoas não sabem a situação que nós passamos. Não estou culpando A ou B, mas tem que ter uma revolução no Treze. Tem que parar para pensar: todo dinheiro que chega é bloqueado, e o jogador não recebe. É justo isso? Eu sou um trabalhador normal brigando por justiça. Para as coisas darem certo dentro de campo, você tem que ser justo fora de campo. É só um desabafo, pois quando se faz justiça as coisas fluem naturalmente”.

Jeferson comparou a situação do Treze com a do Cruzeiro de Minas

” A gente vê a situação do Cruzeiro, a polícia foi lá, o Ministério Público foi lá. O que está acontecendo com o Treze? Na minha visão, é caso de polícia, Polícia Civil. É justo vir e investigar. Estou sendo sincero, de coração, eu estou envergonhado com a situação do Treze. O clube não tem nada, não tem nada”

Em 2022, o calendário da equipe vai ser curto, pois vai disputar apenas o Campeonato Paraibano. Na parte administrativa, o então presidente Walter Cavalcanti Júnior está afastado de suas funções punido pelo STJD plo não pagamento de taxas de arbitragem na partida contra o América Mineiro pela primeira fase da Copa do Brasil deste ano. Quem está no cargo de mandatário alvinegro é João Paiva Filho.

Fonte: GE/PB

Do blog –

Mais um exemplo claro de má gestão no futebol. O Cruzeiro citado pelo goleiro do Treze, está em greve cobrando salários atrasados, e pasmem, o presidente do clube, Sérgio Rodrigues está em Portugal, onde participa de um congresso sobre gestão de futebol. O estopim do novo capítulo da crise celeste estourou no momento em que o mandatário palestrava no evento.

O grupo cobra uma resposta da diretoria e afirma que há pendências financeiras referentes ao ano passado com atletas e demais profissionais da agremiação.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]