BUSCAR
BUSCAR
Governo do RN rebate presidente da Anorc e diz que só compra leite de produtores potiguares; VEJA FORNECEDORES
Programa do Leite atende 88 mil famílias no RN – Foto: Governo do RN / Reprodução

O Governo do Estado divulgou nesta sexta-feira (24), a pedido do PORTAL DA 98 FM, a lista de empresas e entidades credenciadas no Programa do Leite. De acordo com a Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), uma das gestoras do programa, atualmente 11 empresas fornecem leite para o projeto. (Confira a lista completa de fornecedores ao fim da matéria.)

Todos os 11 laticínios são sediados no Rio Grande do Norte, segundo a Sethas. Dois estão localizados em Currais Novos e os demais estão presentes em Angicos, Apodi, Janduís, Macaíba, Mossoró, Pau dos Ferros, Santo Antônio, São Francisco do Oeste e São José do Seridó.

A Sethas informou, ainda, que o Programa do Leite custou R$ 43,2 milhões no ano passado. Para este ano, a expectativa é que saia a R$ 46,9 milhões. Para o ano que vem, é estimada uma despesa de R$ 53 milhões com o programa.

A divulgação é uma resposta ao presidente da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc), Marcelo Passos. Em entrevista à 98 FM nesta quinta-feira (23), afirmou que desconfiava que o Governo do Estado estava descumprindo uma das regras do Programa do Leite.

Presidente da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc), Marcelo Passos – Foto: 98 FM / Reprodução

Marcelo Passos ressaltou que o regulamento do programa estabelece que apenas produtores potiguares podem ser contratados pelo Governo do Estado, mas ele disse não saber quais são os fornecedores do programa atualmente.

“O Programa do Leite é bem escrito. A professora Fátima Bezerra reeditou esse programa, é um programa de muito recurso. Mas está faltando um elemento que eu tenho questionado muito: é o DNA do leite. Lá está escrito. O leite tem que ser comprado no Rio Grande do Norte. Mas nós não sabemos de onde o leite é comprado”, enfatizou Passos, em entrevista ao programa “Repórter 98”.

O presidente da Anorc diz que “faz uma década” que busca se certificar sobre o “DNA do leite” que abastece o programa. “É um programa importante, um programa de governo que atende a ponta, o produtor, gera economia no campo. Tem que ter luz nesse programa”, encerrou.

Relação de Laticínios fornecedores do Programa Leite Potiguar – PLP

  • Associação dos Pequenos Agropecuaristas do Sertão de Angicos (Apasa) – Angicos/RN
  • Leite Bom Industrial Ltda – Macaíba/RN
  • Leite Santa Luzia Ltda – Pau dos Ferros/RN
  • Laticínios Namorados Indústria e Comércio Eireli – Currais Novos/RN
  • A2L Laticínios Indústria e Comércio Ltda – Currais Novos/RN
  • Industrial de Laticínios do Sertão Ltda – Mossoró/RN
  • Laticínios Dois Irmãos Ltda – São Francisco do Oeste/RN
  • Laticínio Santa Terezinha Ltda – Janduís/RN
  • Lacol Laticínios Caicó Ltda – São José do Seridó/RN
  • Indústria de Laticínios Apodi Ltda – Apodi/RN
  • Leite Xodó Indústria e Comércio Ltda – Santo Antônio/RN

Como funciona o programa

O Programa do Leite é um programa de segurança alimentar que faz a distribuição de 5 litros de leite por semana para famílias em situação de vulnerabilidade social. Além disso, o programa incentiva a cadeia produtiva do leite, a agricultura familiar, a agropecuária e a indústria de laticínios, mediante o apoio à produção, comercialização, industrialização e consumo de leite (bovino e caprino).

Segundo o Governo do Estado, cerca de 88 mil famílias são atendidas atualmente pelo programa. Elas recebem o leite gratuitamente. São distribuídos por mês quase 2 milhões de litros de leite. O Governo do RN investe R$ 47 milhões por ano, com recursos oriundos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop).

A seleção dos participantes do Programa do Leite é realizada por meio do banco de dados do Cadastro Único. Os beneficiários são selecionados automaticamente de acordo com os critérios sociais do cadastro. As famílias que querem participar precisam procurar a unidade responsável pelo CadÚnico no seu munícipio e atualizar o cadastro.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]