BUSCAR
BUSCAR
Segurança
Governo Fátima enviará projeto para permitir entrada de novos PMs apenas com tecnólogo e com até 35 anos, afirma deputado
Atualmente, só podem fazer concurso os que têm bacharelado ou licenciatura e que possuam até 30 anos
Policiais militares poderão entrar com tecnólogo e com até 35 anos - Foto: Reprodução

O Governo do Rio Grande do Norte vai enviar para a Assembleia Legislativa, nos próximos dias, um projeto de lei que, se aprovado pelos deputados, vai permitir o ingresso de novos policiais militares na carreira apenas com curso tecnólogo. Outra proposta também deverá ser enviada para permitir a entrada de policiais com até 35 anos de idade.

Atualmente, só podem fazer concurso para a área no Rio Grande do Norte os que têm curso superior nas modalidades de bacharelado ou licenciatura e que possuam até 30 anos.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (23) pelo deputado estadual Hermano Morais (PSB) durante reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ). Líder do PT na Casa, a deputada estadual Isolda Dantas também sinalizou para a concordância do governo neste sentido.

A CCJ da Assembleia discutiu nesta terça um outro projeto de lei envolvendo a segurança pública – o que cria o Sistema de Proteção Social para militares potiguares. Relator da proposta na comissão, o deputado Subtenente Eliabe Marques (Solidariedade) propôs que a lei fosse aprovada já com as duas emendas – permissão de tecnólogo e 35 anos –, mas a proposta não passou.

Os deputados governistas derrotaram a proposta informando que derrubariam a emenda para que o governo enviasse projetos específicos sobre o assunto. Não foi estabelecido prazo para o envio.

“Depois de longa discussão, o governo se comprometeu, ainda no início da semana, de mandar uma matéria específica, admitindo o tecnólogo para ingressar também, já que é considerado nível superior, corrigindo essa distorção”, afirmou Hermano, acrescentando depois que a questão da idade também será debatida em projeto específico.

Procurado, o Gabinete Civil do Governo do Estado não respondeu até a publicação desta reportagem se há acordo neste sentido.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]