Governo Federal diz que não haverá Censo em 2021 por corte em orçamento

IBGE, que realiza a pesquisa, já havia suspendido contratação de recenseadores.

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, informou nesta sexta-feira (23) que o Orçamento de 2021 não traz recursos para a realização do Censo Demográfico e que, portanto, a pesquisa será adiada.

“Não há previsão orçamentária para o Censo. Portanto, ele não se realizará em 2021. As consequências e gestão para um novo Censo serão comunicadas ao longo deste ano, em particular em decisões tomadas na Junta de Execução Orçamentária”, declarou o secretário.

O Orçamento 2021 foi sancionado, com vetos, pelo presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (23). Na tramitação do Orçamento no Congresso Nacional, os parlamentares já haviam cortado os valores destinados ao Censo, de R$ 2 bilhões para R$ 71 milhões.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pela pesquisa, já havia informado, em nota divulgada em março, que o corte inviabilizava a realização do Censo em 2021.

Por conta disso, o IBGE suspendeu, no começo de abril, a realização das provas dos concursos para contratação de recenseadores.

Com informações do G1


Ler Anterior

Prefeitura divulga calendário de vacinação para segunda dose de Coronavac e nova faixa etária

Ler Próximo

Copa do Brasil: ABC enfrenta a Chapecoense