BUSCAR
BUSCAR
Briga e morte
Homem mata vizinho após ele ter se irritado com seu galo que canta “Bolsonaro”
Homem que se irritou com o galo de seu vizinho foi morto a tiros e pedradas - Foto: Reprodução
Homem que se irritou com o galo de seu vizinho foi morto a tiros e pedradas - Foto: Reprodução

No Rio de Janeiro, uma briga de vizinhos por causa de um galo que aprendeu a cantar o nome “Bolsonaro” acabou em morte. Segundo o portal Metrópoles, o suspeito foi identificado como Marcos Custódio Ferreira, de 52 anos, preso na tarde desta sexta-feira, 29. Ele teria matado Ricardo Carneiro Montojos a tiros e pedradas. O caso aconteceu em 4 de setembro.

Em depoimento, Marcos declarou que já mantinha rixa com o vizinho. Segundo ele, a vítima reclamava do barulho de seu galinheiro. Além disso, acreditava que um dos galos foi ensinado a cantar a palavra “Bolsonaro” por implicância, justamente por que Ricardo não gostaria do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com a Polícia Civil, após atirar na vítima, ele também teria acertado Ricardo na cabeça com uma pedra de 8 quilos, sendo a causa da morte apontada no laudo. Após o crime, Marcos teria fugido do local e se escondido em uma mata. Contudo, ainda em setembro, ele se apresentou na delegacia acompanhado de um advogado.

Neste mês de outubro, a Justiça liberou o mandado de prisão preventiva contra Marcos. Ele responderá pelo crime de homicídio qualificado.

Fonte: O Povo/Metrópoles

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]