Hospital de Campanha de Natal completa 1 ano com taxa de altas próxima dos 70%

A instalação do Hospital Municipal de Campanha (HMC) de Natal no antigo hotel Parque da Costeira completa 1 ano nesta terça-feira (4). A unidade tida como referência no tratamento da Covid-19 atendeu, até o final do mês de abril, 2.325 pacientes, com uma taxa de cura de quase 70% (69,8%). Em números absolutos, foram 1624 altas, 637 óbitos e 64 transferências.

Do público atendido na unidade, 70% eram idosos – 35% desses na faixa etária de até 50 anos, 50% entre 60 e 80 anos, e 15% acima dos 80 anos. Ainda sobre o perfil desses pacientes, 83% dos usuários em tratamento no local apresentaram algum tipo de comorbidade como hipertensão, diabetes ou histórico de acidente vascular cerebral (AVC).

Nesta terça-feira, 72 pacientes estão internados no Hospital Municipal de Campanha, sendo 47 em leitos clínicos e 25 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

O Hospital de Campanha possui atualmente 100 leitos de enfermaria e 34 UTIs, equipadas com respiradores, monitores cardíacos e bombas de infusão. Além disso, o HMC também possui estrutura de hemodiálise, tomógrafo e sala de assistência social para acolhimento junto às famílias dos pacientes.

Cerca de 450 profissionais atuam na unidade, que está instalada na estrutura do antigo hotel Parque da Costeira, na Avenida Senador Dinarte Medeiros Mariz (Via Costeira), na Zona Sul da capital potiguar.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), enfatiza que a unidade foi um reforço importante no tratamento da covid no município. “Essa estrutura que montamos pôde reforçar nossa rede de atendimento de forma assertiva e a taxa de pacientes curados representa isso”, disse.

Já o Secretário Municipal de Saúde, George Antunes, comemora a data recordando que a unidade chegou a atender pacientes vindos de outro estado. “Mesmo quando os números de internações baixaram mantivemos o hospital em pleno funcionamento, e com isso podemos contribuir com a assistência de 34 pacientes que vieram de Manaus buscar tratamento em Natal. Alguns deles conheceram o mar pela primeira vez”, afirmou Antunes.


Ler Anterior

Fessin segue com futuro indefinido no Corinthians

Ler Próximo

Estoque do kit intubação em município da Grande Natal só dá para 12 horas; secretário pede ajuda a outras cidades