Hotelaria potiguar registrou queda de 45% na ocupação, em 2020

Resultado levou em consideração dados dos anos de 2019 e 2020

Por Mycleison Costa

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN) divulgou que o setor de hotelaria no estado registrou uma queda de 45,3% na ocupação de leitos em 2020, quando comparada ao ano de 2019. Segundo os dados da pesquisa, realizada entre os associados da ABIH-RN, a ocupação registrada em 2020 no RN foi de 30,5%, sendo em Natal de 38,8% e Pipa, 39,3%. Já no ano anterior, o estado fechou com uma ocupação de 55,7%, sendo Natal com 64,5% e Pipa, 57%.

O resultado da pesquisa sai logo após o Ministério do Turismo divulgar que a capital potiguar foi o destino mais procurado para o verão de 2021, superando locais como Foz do Iguaçu-PR e Fortaleza-CE. No entanto, como informou o presidente da ABIH-RN, Abdon Gosson, em entrevista concedida ao programa “12 em ponto” da 98 FM Natal, na última terça-feira, Natal foi o destino mais procurado mas não o mais vendido. A justificativa para isso, segundo Gosson, é o alto custo das passagens aéreas para a capital potiguar, além da divulgação pela imprensa da segunda onda da Covid.

Para janeiro de 2021, a perspectiva de ocupação por parte da hoteleria potiguar é de 60% em Natal, e de 50% em Pipa; números que vêm aumentando a cada semana.


Ler Anterior

Eliabe cobra seguro de vida para policiais no RN: “Foi promessa de Fátima”

Ler Próximo

Primeiro praça a virar deputado no RN, Eliabe quer fim das prisões administrativas