Itália decide fechar teatros e cinemas para frear casos de Covid-19

Decreto impõe também o fechamento de piscinas e ginásios a partir desta segunda-feira 26 e obriga bares e restaurantes a fechar às 18h

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, assinou neste domingo (25) um novo decreto que impõe o fechamento de piscinas, ginásios, teatros e cinemas a partir desta segunda-feira (26), além de obrigar que os estabelecimentos como bares e restaurantes funcionem até às 18h (hora local) na tentativa de impedir o contágios de covid-19, que dispararam no país.

Após horas de negociação com as regiões que buscavam ajuda para os proprietários de bares e restaurantes, esse novo decreto foi assinado e será válido desta segunda-feira até o dia 24 de novembro.

O endurecimento das medidas anti-contágio surge diante do aumento dos casos que neste sábado (24) chegou a 19.644, além das 151 mortes. A Itália acompanha com grande preocupação o aumento de pacientes internados, que já são 12.415 em todo o país, com um aumento de 817 em relação à sexta-feira (23). Os internados em Unidades de Terapia Intensiva aumentaram em 79 pessoas e agora existem 1.128 pacientes na UTI.

O novo decreto lembra a obrigatoriedade do uso de máscaras em todos os momentos e também recomenda evitar que recebam visitas em casa.

Embora tenha sido evitado o toque de recolher nacional, já existente em regiões como Lácio, cuja capital é Roma, Campânia, Sicília, Calábria e Lombardia, as regiões têm o poder de fechar as áreas onde possa haver aglomeração a partir das 21h (hora local).

Restaurantes, bares, pubs, sorveterias e confeitarias podem funcionar apenas das 5h às 18h, mas são podem abrir aos domingos e feriados.

São permitidas apenas quatro pessoas por mesa, desde que não sejam do mesmo núcleo familiar e a entrega em domicílio funciona 24 horas.

Parques para crianças permanecem abertos

Ginásios, piscinas e spas, bem como centros culturais, centros sociais, centros recreativos e salas de bingo e cassinos e parques de diversões também devem ser fechados, enquanto os parques e playgrounds para crianças permanecerão abertos.

Teatros, cinemas e salas de concertos também estão fechados, bem como os ao ar livre, sendo proibidos todos os tipos de organização de eventos e conferências presenciais.

A abertura das estações de esqui não será permitida, principalmente depois das imagens deste sábado com longas filas e pessoas amontoadas nos teleféricos.

Também introduz novas medidas para aplicar o ensino à distância a pelo menos 75% dos alunos de cursos do segundo ano do ensino médio, ou seja, maiores de 14 anos.

Fonte: Agora RN


Ler Anterior

Ônibus e alternativos circulam lotados em mais um dia de greve em Natal

Ler Próximo

Controladoria do RN apura denúncias na entrega de cestas em programa do Governo