“Judiciário não pode se arvorar em gestor administrativo”, diz juiz ao nega liminar do MP que intervia em política de saúde no interior do RN

O juiz federal Magnus Delgado, da 1ª Vara da Justiça Federal negou o pedido de liminar impetrado pelo Ministério Público do RN e MPF-RN

Compartilhe esse post

O juiz federal Magnus Delgado, da 1ª Vara da Justiça Federal negou o pedido de liminar impetrado pelo Ministério Público do RN e MPF-RN para que fossem abertos 16 leitos de UTI e 20 leitos clínicos nas cidades de São Paulo do Potengi e Santa Cruz para que atendessem 24 municípios da região no combate a Covid-19.

O pedido alegava que o custeio de 30% deveria ser feito pelas prefeituras com recursos federais recebidos para a saúde. O magistrado federal apontou na decisão os motivos de negar a liminar de forma incisiva.

Leia a matéria completa aqui.

Fonte: Justiça Potiguar


Compartilhe esse post

Ler Anterior

12 em Ponto 98: bancada comenta autorização da prisão domiciliar de Queiroz e esposa

Ler Próximo

Estudante picado por cobra naja no Distrito Federal deve sair da UTI

Envie uma mensagem para o setor responsável.
WeCreativez WhatsApp Support
98 FM
Pedir Música
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Flávio Amorim
Comercial
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Sheyla
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Vanessa
Vendas
Acessível