Justiça argentina investiga se houve negligência na morte de Maradona

Procuradores buscam determinar se o astro recebeu os cuidados necessários e quais foram as circunstâncias de suas últimas horas

A justiça argentina investiga se houve negligência em torno da morte do ícone mundial Diego Maradona. Os procuradores buscam determinar se o astro recebeu os cuidados necessários e quais foram as circunstâncias de suas últimas horas.

Poucas horas depois de sua morte, Matías Morla, advogado e amigo de Maradona, denunciou na quinta-feira “que a ambulância demorou mais de meia hora para chegar à casa onde estava o [camisa] 10”. Por isso, ele avisou que irá “até o fim” para esclarecer o ocorrido.

O campeão do mundo na Copa de 1986 no México morreu na quarta-feira aos 60 anos devido a um “edema agudo de pulmão e insuficiência cardíaca crônica”. Maradona estava em casa, em um condomínio privado da cidade de Tigre (30 km ao norte de Buenos Aires), onde residia desde 11 de novembro, após ter recebido alta da clínica onde havia sido operado de um hematoma na cabeça seis dias antes.

O caso aberto pela Procuradoria Geral da República de San Isidro intitula-se “Maradona, Diego. Investigação da causa da morte”.

Fonte: G1


Ler Anterior

Beneficiário do Bolsa Família receberá por poupança digital

Ler Próximo

Covid-19: Ocupação de UTIs passa de 70% em dez capitais