Kelps pede volta da CPI da Arena das Dunas junto com CPI da Covid no RN: ‘Não acho justo uma andar e outra não’

Solicitação foi feita verbalmente nesta quinta-feira (27) e deve ser oficializada até esta sexta (28)

Deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade). Foto: 98 FM

Por redação

O deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) pediu ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), que determine o reinício dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura supostas irregularidades no contrato do Governo do Estado com a Arena das Dunas. A solicitação foi feita verbalmente nesta quinta-feira (27) e deve ser oficializada até esta sexta (28).

A defesa acontece no mesmo dia em que Kelps e outros 9 deputados protocolaram na Assembleia um requerimento que pede a abertura de uma CPI para investigar gastos do Governo do Estado durante a pandemia de Covid-19. Ao todo, a CPI pretende apurar 12 contratações realizadas pelo governo Fátima Bezerra (PT), ao custo de R$ 72 milhões.

Os deputados pedem a abertura de uma nova CPI, mas outra investigação instalada na Assembleia Legislativa está com os trabalhos suspensos. Em junho do ano passado, parlamentares decidiram paralisar os trabalhos da comissão que foi instalada para investigar o contrato do Governo do Estado com a administração da Arena das Dunas. A suspensão vale por tempo indeterminado, até que a Casa retome as sessões presenciais.

Por maioria, os parlamentares acataram um requerimento apresentado pelo deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM), que argumentou que as reuniões da comissão por videoconferência prejudicavam os debates. À época, a Assembleia estava funcionando apenas no formato remoto, sem encontros presenciais.

Agora, com o formato híbrido em vigor e com a nova CPI sendo instalada, Kelps defende que a CPI da Arena das Dunas também tenha os trabalhos retomados. “Não acho justo ter uma CPI andando e outra não”, afirmou, em entrevista ao programa 12 em Ponto, da 98 FM Natal.

“A CPI da Arena das Dunas foi proposta no auge da pandemia, em que a Assembleia estava funcionando exclusivamente online. Não tinha como ter sessões híbridas. Essa CPI só poderia ser aberta após o fim da pandemia. Mas agora acho que dá. Vou protocolar o pedido para que a CPI da Arena das Dunas tenha o mesmo encaminhamento”, complementou o deputado.

A decisão sobre o funcionamento das duas CPIs caberá ao presidente da Casa, Ezequiel Ferreira.


Ler Anterior

RN recebe mais um lote da Pfizer com 9.630 doses nesta quinta-feira (27)

Ler Próximo

Há “indícios muito fortes” de que governo Fátima cometeu “improbidade” em contratos da pandemia, afirma Kelps