Laboratório pede autorização para testar vacina indiana no Brasil

Associação de clínicas privadas pretende intermediar a compra doses da Covaxin, da Bharat Biotech

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu na tarde desta sexta-feira (5) o pedido de autorização de pesquisa clínica de fase 3 para a vacina Covaxin. O pedido foi feito pela Precisa Medicamentos, representante da indiana Bharat Biotch no Brasil, que desenvolve a vacina.

O pedido foi protocolado um dia após a Anvisa decidir que a realização de estudos de fase 3 no Brasil deixam de ser obrigatório para autorização do uso emergencial de vacinas.

A agência afirma que, “para a análise de pedidos de autorização de pesquisa de vacinas, o prazo da Anvisa tem levado de 3 a 5 dias, condicionada a apresentação dos dados necessários para a análise técnica”.

Na semana passada, a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) assinou contrato com a Precisa Medicamentos de intermediação das suas associadas para a aquisição de 5 milhões de doses da Covaxin.


Ler Anterior

Justiça proíbe demissão coletiva da Ford no Brasil

Ler Próximo

Covid-19: Brasil chega a 230 mil mortes e número e 9,44 milhões de casos