BUSCAR
BUSCAR
Lázaro Barbosa morre em confronto com policiais
Foto: Divulgação

Após 20 dias de buscas, Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, suspeito de matar uma família no Distrito Federal e balear outras cinco pessoas numa série de assaltos em chácaras na capital do país e em Goiás, foi baleado e morto pela força-tarefa formada por quatro corporações. Lázaro chegou a ser encaminhado ao hospital, mas morreu, de acordo com os policiais.

O maníaco estava à caça do foragido havia 20 dias. Nesse período, o suspeito invadiu várias propriedades rurais fez reféns, roubou alimentos e impôs terror com violência e ameaças.

Pessoas ligadas a Lázaro chegaram a fazer contato com um advogado criminalista para negociar sua rendição. O foragido planejava se entregar à polícia de uma forma que garantisse a sua integridade física.

Telefones de familiares, amigos e um aparelho que Lázaro carregava pela mata durante a fuga cinematográfica foram grampeados e monitorados pelas equipes de investigação. As informações facilitaram a prisão do maníaco.

 

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]