Leilão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante será feito ainda em 2021

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, falou com exclusividade à 98FM que foram concluídos os estudos para o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante e o leilão fica garantido para ainda este ano de 2021. “Nós vamos ter a transferência de concessionária. Essa transição está ocorrendo sem solução de continuidade”, disse.

A saída do concessionário atual se dá pela mudança de contrato que, de acordo com o Tarcísio, está passando por modernização e compatíveis com a atual gestão do Governo Federal.

De acordo com o ministro, “um novo concessionário, com um novo contrato vai ter a oportunidade de trazer novas operações para o estado do Rio Grande do Norte, isso vai ser fundamental”.

A consulta pública deve começar em fevereiro e o leilão ainda antes do final deste ano.

OUTROS INVESTIMENTOS

Em junho, será concluído o investimento na BR-101 do RN. “Houve uma série de obras complementares, o governo investiu quase R$ 190 milhões em seis viadutos (Neópolis, Abel Cabral, Emaús, Everaldo Breves, Clementino Câmara, IFRN-Pium), além do túnel da Av. Maria Lacerda, passagem inferior da Av. das Alagoas”, pontua o ministro da Infraestrutura.

Além dos investimentos já realizados, Tarcísio Freitas, também destacou a execução de paradas de ônibus, passarelas e passagens elevadas de pedrestres, plantio de grama, recupação da BR-226 entre Florância e Campo Grande.

O projeto da pavimentação da BR-437, que é a estrada do cajueiro, vai ligar a BR-304 à BR 116 no Ceará também está no planejamento do ministro da Infraestrutura para uma melhoria na fruticultura da região do Apodi que também é rica na produção de gesso e cimento.

Já no terceiro trimestre de 2020, o ministro garantiu o licenciamento do terminal salineiro de Areia Branca. “Fundamental para indústria do sal que tem uma relevância muito grande para o estado do RN. Vamos fazer o arrendamento desse terminal portuário”, disse.

 


Ler Anterior

ABC e América precisam mais do que nunca do Estadual

Ler Próximo

Vacina precisa chegar a 140 milhões de brasileiros para garantir imunidade de rebanho, diz Dr. Alexandre Motta