Maioria do STF decide manter decisão que julgou Moro parcial

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (22) que a 2ª Turma da Corte tem competência para considerar o ex-juiz Sergio Moro suspeito para julgar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do tríplex do Guarujá.

Votaram pela competência do colegiado os ministros Gilmar Mendes, Nunes Marques e Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Rosa Weber. O relator Edson Fachin e o ministro Luís Roberto Barroso votaram pela incompetência da Turma.

A maioria foi atingida depois que a ministra Cármen Lúcia, que havia se posicionado contra o pedido em 2018, quando começou a ser analisado, revisou o voto.

No entanto, após um recurso que questionou a competência da Segunda Turma do STF para considerar Moro suspeito, o caso foi levado ao plenário.


Ler Anterior

FNF define data e horários das finais do primeiro turno do Estadual

Ler Próximo

Três mísseis atingem aeroporto de Bagdá, onde há base militar americana