Médico diz que sem aglomeração, futebol não é risco para transmitir Covid-19

Decisão de paralisar o futebol é política e não técnica

Agência Futebol Interior

O médico infectologista do Centro de contingência do governo do Estado de São Paulo,  Marcos Boulos, confirmou nesta semana que os jogos de futebol são os que menos preocupam na transmissão da Covid-19. Em entrevista à Rádio Bandeirantes de São Paulo, ele confirmou sua posição.

“Para nós, não havendo aglomeração, não há nenhum problema. Isso, obviamente, precisa ser levado e debatido ao governo. Respeitando o que o Ministério Público falou, não há problema. Não é nenhuma condição nossa, porque não vai ter transmissão. Não é o futebol que vai contribuir para as transmissões da doença”

Leia também:

Clubes que seguem sem treinar estão mobilizados

ABC e América estão ok! Os outros seis clubes são de que Estado? 

Promotor adverte: ” Sem Nota Técnica do Governo treinos de futebol estão proibidos”

TJ RN nega Liminar e futebol segue parado

Clubes do RN começam dispensar profissionais em razão do Decreto do Governo do RN

TJ RN entende que Medida Cautelar do futebol não é urgente

Exclusivo: Paralisação do futebol pode parar na Justiça

Federação, clubes e entidades lançam nota contra paralisação do futebol

Dirigentes lamentam suspensão do Estadual e presidente do ABC admite renunciar ao cargo

“Fizemos uma graduação entre as ações que mais podem transmitir a doença. O futebol está entre as menos arriscadas. Mas nós do Centro (de Contingência) não fomos consultados sobre a decisão de suspender o futebol. Foi uma decisão governamental”.

Do blog – A opinião de Marcos Boulos é mais uma que segue o mesmo entendimento, que o futebol não é transmissor da Covid-19 e no caso de São Paulo, ficou claro que a decisão não passou pelos cientistas.

Como foi no Rio Grande do Norte, a decisão de suspender o futebol foi do Governo e não dos cientistas, fato! O protocolo da FNF segue as diretrizes da CBF, o futebol potiguar não registrou nenhum caso grave de Covid19 e é a atividade mais segura do Brasil.

A expectativa é que nesta segunda-feira (29) seja publicada nota Técnica do Governo liberando os treinos para as outras seis equipes – ABC e América já foram liberados – do Estadual e o dano seja minimizado.

O próximo passo é independente de renovar ou não o Decreto restritivo, o futebol seja liberado a partir do próximo dia 2 e possa voltar nos próximos 15 ou 20 dias.


Ler Anterior

Vacinas: Butantan entrega mais 5 milhões de doses da CoronaVac

Ler Próximo

Ministro Ernesto Araújo pede demissão do cargo