BUSCAR
BUSCAR
Médicos do Japão saúdam Jogos sem espectadores, mas ainda veem risco
Olimpíadas Tóquio-  Foto: Divulgação/ME

Especialistas médicos do Japão saudaram a decisão de realizar a Olimpíada de Tóquio sem espectadores devido às restrições para conter novo coronavírus, mas alertaram que a proibição não eliminará por completo o risco de um repique de casos de covid-19.

A proibição de público foi formalizada nesta quinta-feira enquanto o país luta para conter uma onda nova de infecções com um estado de emergência em Tóquio que terminará após o evento de 23 de julho a 8 de agosto.

“Eu, é claro, apoio ‘sem espectadores’, mas as preocupações não desaparecerão se tivermos um grande evento como os Jogos, assim como férias e a temporada de verão”, disse Yuki Furuse, professor da Universidade de Kyoto que trabalha com o grupo de especialistas em coronavírus do governo.

A presença de público nos Jogos foi cancelada, e restaurantes serão instruídos a não servir álcool durante o estado de emergência.

Ainda assim, equipes médicas alertam que os riscos decorrentes do comportamento das pessoas nos arredores de eventos olímpicos, como beber e jantar juntas, são mais difíceis de controlar do que aqueles dentro dos locais de competição.

“Não é difícil imaginar que muitas pessoas estarão cheias de ânimo depois dos Jogos e desejarão tomar uma bebida com outras”, disse Fumie Sakamoto, gerente de controle de infecções do Hospital Internacional St Luke’s de Tóquio. “Haverá muitas oportunidades de transmissão do vírus fora dos locais de competição”.

Fonte: Reuters

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]