Ministério da Saúde confirma compra de lote extra da vacina Coronavac

No segundo lote serão entregues 54 milhões de doses

Por Redação

Após pressão do Instituto Butantan nos últimos dias, o Ministério da Saúde garantiu a compra das 54 milhões de doses extras da vacina Coronavac, produzida pelo instituto brasileiro em parceria com o laboratório chinês Sinovac. O contrato firmado entre o Governo e o Butanatan prevê a entrega de 100 milhões de doses, sendo 46 milhões no primeiro lote e 54 milhões em um segundo. A primeira remessa ainda não foi totalmente entregue.

De acordo com o secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, em vídeo divulgado pela assessoria do ministério, o contrato já pode ser celebrado na próxima semana.

“Estamos solicitando o cronograma à Fundação Butantan para podermos celebrar o contrato já na semana que vem. E também solicitando a antecipação do registro junto à Anvisa para iniciarmos a vacinação em massa da população brasileira”, disse.

O Instituto Butantan vinha cobrando, na última semana, uma posição formal do governo quanto a compra do lote extra de vacinas, inclusive, ameaçando destinar as doses para exportação. No entanto, antes de confirmar a compra, a União emitiu uma nota alegando ter até o mês de maio para fazer a solicitação do lote, e chamando as declarações do instituto de “ato midiático” do Governo de São Paulo.


Ler Anterior

Covid-19: Natal finaliza a vacinação da 1ª dose em idosos residentes em Instituições de longa permanência

Ler Próximo

Governo do RN e prefeitura do Natal cancelam ponto facultativo do carnaval 2021