Ministério Público Federal, Estadual e do Trabalho propõem que Governo do RN e Prefeitura de Natal decretem lockdown

O Ministério Público do Estado, Ministério Público do Trabalho e a Ministério Público Federal fizeram hoje uma proposta para que governo do Estado e a Prefeitura do Natal elaborem decreto para estabelecer o ‘lockdown’ no Estado.

A proposta foi verbalizada pelo procurador Geral de Justiça, Eudo Leite, que falou em nome dos demais, como forma de achatar a curva de casos da Covid-19 no Rio Grande do Norte.

A proposta dos MPs é que seja determinado o fechamento de todas as atividades, com exceção dos serviços considerados essenciais, conforme listado na Recomendação nº 26 do Comitê de Especialistas da Sesap-RN.

O objetivo da recomendação dos MPs é de que com a quarentena a curva de contaminação possa ser achatada para que a rede pública de saúde possa se estruturar. A promotora da Saúde, Iara Pinheiro, defendeu a medida e listou os leitos que estão sendo instalados no hospital João Machado e outros locais como forma de amenizar a situação atual de falta de leitos de UTIs.

*Com informações do Blog do Heitor Gregório


Ler Anterior

Consumo de oxigênio aumenta no RN e 60 municípios já tem problemas com abastecimento

Ler Próximo

RN abre 2.247 postos de trabalho em janeiro, de acordo com Caged