Ministro da Educação defende retorno às aulas presenciais em pronunciamento em rede nacional: ‘Necessidade urgente’

O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu nesta terça-feira (20) em pronunciamento o retorno às aulas presenciais em todo o país.

Por lei, os estados têm autonomia para decidir sobre volta às aulas na rede estadual; os municípios, na rede municipal. Ribeiro falou que o governo federal não tem autonomia sobre o tema.

“O ministro da Educação não pode determinar o retorno presencial das aulas. Caso contrário, eu já teria determinado”, afirmou. Segundo ele, “a vacinação de toda a comunidade escolar não pode ser condição para a reabertura das escolas”.

A volta, segundo ele, é uma “necessidade urgente”. O ministro falou que o fechamento de escolas impõe “consequências devastadoras”.

Com informações G1


Ler Anterior

Média de mortes pela Covid-19 fica abaixo de 1200 e volta aos patamares de fevereiro

Ler Próximo

Brasil estreia com goleada sobre a China no futebol feminino