Ministros que estiveram com Bolsonaro fazem testes de Covid-19 no Planalto

Ao menos três ministros que tiveram contato com o presidente Jair Bolsonaro começaram a fazer exames para saber se estão com coronavírus

Ao menos três ministros que tiveram contato com o presidente Jair Bolsonaro começaram a fazer exames para saber se estão com coronavírus. Nesta manhã, os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira e o da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, fizeram os testes no Palácio do Planalto. Eles se dirigiram ao anexo do prédio, onde funciona o serviço médico e afirmaram não ter sintomas. O resultado de Ramos deu negativo.

O ministro da Casa Civil, general Braga Netto, se submeteu a um teste rápido para a Covid-19 ainda na noite da segunda-feira (6). Segundo auxiliares, o resultado deu negativo.

Nesta segunda-feira, mesmo dia em que Bolsonaro sentiu febre e passou por um novo exame de Covid-19, ao menos três funcionários que trabalham diretamente com o presidente também relataram não se sentir bem.

De acordo com Oliveira, o presidente comunicou ontem à noite que estava indisposto mas que irá manter a rotina de trabalho mesmo à distância, caso tenha o diagnóstico confirmado. Há equipamento montado tanto no Alvorada, residência oficial da presidência, quanto no Planalto para videoconferência.

Bolsonaro ainda não ouviu todos os cotados para ministro da Educação. A lista tem quase 10 nomes. As entrevistas devem seguir virtualmente se Bolsonaro estiver com Covid-19.

Também por vídeo, Bolsonaro pretende discutir vetos a projetos que vão ser sancionados nesta semana. Ainda hoje, ele pode sancionar o projeto de lei sobre violência doméstica. Neste caso, não há até aqui sugestão de veto. O texto é de autoria da deputada Maria do Rosário. O Planalto tem até quinta-feira para sancioná-lo.

Em março, após retorno da viagem com o presidente aos Estados Unidos, mais de 20 pessoas que estavam na comitiva presidencial foram diagnosticados com coronavírus.

Fonte: CNN Brasil


Ler Anterior

PRF detém dois homens com carga de camarão sem nota fiscal em Macaíba/RN

Ler Próximo

Bolsonaro diz que seu exame para covid-19 deu positivo