Motoristas de aplicativo são recebidos pelo Governo e aguardam data para reunião com PROCON e Sindipostos

Motoristas de aplicativo que trabalham na Grande Natal protestaram na manhã de hoje (1º) contra o aumento da gasolina das últimas semanas. O movimento reivindica maior fiscalização por parte do PROCON nos postos de gasolina da cidade, e afirma que a população é “refém de um cartel que estabelece preços abusivos para venda de combustíveis”.

A paralisação começou às 9h da manhã, na avenida Senador Salgado Filho, em frente ao Midway Mall e seguiu em carreata até a Governadoria do Estado. De acordo com a organização do movimento, mais de 250 motoristas compareceram.

Na Governadoria, os motoristas foram recebidos pelo secretário de Tributação do RN, Carlos Eduardo Xavier que garantiu que irá dialogar com o PROCON e Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN , Sindipostos, para discutir os valores de combustíveis que estão inviabilizando a prática dos serviços de aplicativo.

Desde o começo da pandemia, a situação enfrentada pelos motoristas é de elevados gastos e ausência de suporte por parte das empresas envolvidas. A competição entre aplicativos levou à queda nas taxas iniciais de corrida. O que começou com R$ 6,75, na uber, hoje em dia caiu para perto de R$ 5. Alguns aplicativos chegam a fazer lances para conseguir pela tarifa mais baixa. Com a gasolina a mais de R$ 5, como foi registrado em alguns postos da capital potiguar nas últimas semanas, a maior parte das corridas será incapaz de cobrir sequer os custos com combustível.

Outro ponto positivo da reunião, segundo o motorista de aplicativo Gilvan Farinho, foi a garantia de fiscalização, por parte da STTU, sobre o estacionamento irregular que ocorre no Shopping Midway Mall.

De acordo com Gilvan, motoristas de aplicativo e taxistas estacionam no local de parada de embarque e desembarque do shopping, na avenida Bernardo Vieira, dificultando o trânsito e atrapalhando os demais condutores. Na mesma reunião, representantes da STTU estiveram presentes e garantiram aos manifestantes que irão reforçar a fiscalização e orientar os motoristas sobre o estacionamento irregular no local.

 

 


Ler Anterior

Lewandowski retira sigilo de processo no STF e dá acesso a diálogos entre Moro e procuradores

Ler Próximo

Rodrigo Pacheco é eleito novo presidente do Senado