Mourão reúne Conselho da Amazônia em meio à pressão por medidas contra desmatamento

Vice-presidente comanda conselho de ministros voltado à preservação da floresta

O vice-presidente Hamilton Mourão reúne ministros do governo federal na manhã desta quarta-feira (15), em Brasília, para a segunda reunião do Conselho Nacional da Amazônia Legal. Após o encontro, as autoridades devem falar à imprensa no Ministério das Relações Exteriores.

Mourão comanda o conselho, criado em fevereiro pelo presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, o colegiado avaliará medidas a serem adotadas em relação a diferentes temas, como:

  • reforço do combate ao desmatamento e às queimadas;
  • Fundo Amazônia, e a avaliação sobre a retomada de projetos ligados ao fundo que estão parados;
  • recomposição da capacidade operacional de órgãos de fiscalização ambiental; e
  • regularização fundiária.

A reunião desta quarta ocorre em meio à pressão de investidores para que o Brasil ajuste a política ambiental. Na semana passada, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgou que junho teve o maior número de alertas de desmatamento para o mês em toda a série histórica, iniciada em 2015.

Dias depois, o governo exonerou a coordenadora-geral de Observação da Terra do Inpe, Lubia Vinhas. Observação da Terra é a área do instituto responsável, entre outras atribuições, pelo monitoramento da devastação da Amazônia, por meio do sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter).

Nesta terça, o ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, negou que ela tenha sido apenas exonerada e disse que, com a reestruturação do Inpe, Lubia vai coordenar uma área importante do instituto.

Fonte: G1


Ler Anterior

PGR denuncia deputado ao STF por ofensas a Alexandre de Moraes

Ler Próximo

Justiça decreta falência da Avianca Brasil