OMS: parecer de vacinas para uso emergencial sai na próxima semana

Essa lista sinaliza às agências reguladoras nacionais que uma vacina é segura e eficaz, e permitiria que estes imunizantes sejam comprados e distribuídos pelo Covax

A comissão independente da OMS está avaliando a vacina da Moderna e uma vacina da chinesa Sinopharm. Foto: Fiocruz

Por Agência Brasil

A Organização Mundial da Saúde (OMS) espera divulgar até o final da próxima semana seu parecer sobre a inclusão de duas das principais vacinas chinesas contra a Covid-19 e do imunizante da Moderna em uma lista de uso emergencial, anunciou a diretora geral assistente da organização, Mariângela Simão, nesta sexta-feira (30).

A comissão independente da OMS está avaliando a vacina da Moderna e uma vacina da chinesa Sinopharm nesta sexta-feira, e deve examinar a outra das principais vacinas da China, a CoronaVac, fabricada pela Sinovac Biotech, na semana que vem, segundo Simão.

Essa lista sinaliza às agências reguladoras nacionais que uma vacina é segura e eficaz, e permitiria que estes imunizantes sejam comprados e distribuídos pelo Covax, o programa internacional de compartilhamento de vacinas com países mais pobres.

Se aprovadas, as duas vacinas chinesas seriam as primeiras desenvolvidas em um país não-ocidental a receberem o apoio da OMS. A China já distribuiu milhões de doses das suas duas vacinas principais em casa e as exporta a muitos países, particularmente na América Latina, na Ásia e na África.

Até agora, a OMS incluiu em sua lista de uso emergencial três vacinas contra a Covid-19: Pfizer, AstraZeneca e Johnson & Johnson.


Ler Anterior

Justiça determina que governo federal pare de fazer campanhas do ‘kit Covid’

Ler Próximo

Governo do RN autoriza pagamento de diárias operacionais atrasadas e afasta risco de paralisação na PM