Operação Verão termina com mais de 530 pessoas presas e 365 carros recuperados

Por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) o Governo do Rio Grande do Norte intensificou o trabalho, em especial nos municípios litorâneos, durante a Operação Verão 2021. Com a suspensão do carnaval no estado, as instituições de segurança reforçaram as ações de patrulhamento e fiscalização, resultando em prisões, apreensões, advertências e autuações.

Com investimento de R$ 7 milhões de reais para um reforço extraordinário de 800 agentes de segurança pública, entre homens e mulheres da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, ITEP e Polícia Penal, a SESED atuou com base no planejamento definido pela Política Estadual de Segurança Pública, desenvolvendo atuações estratégicas de forma ostensiva, investigativa e de fiscalização, principalmente em apoio aos cumprimentos dos decretos estaduais e municipais para coibir aglomerações.

Além das instituições de segurança, também ficou estabelecida a participação, de forma integrada, do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-RN), do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-RN), do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA-RN), da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP-RN) e da Secretaria de Estado do Turismo (SETUR-RN).

Polícia Militar

No cumprimento as ações específicas da Operação Verão, em abordagens, blitzes, fiscalizações ou ações pontuais, a Polícia Militar, por parte do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) registrou a prisão de 245 pessoas em flagrante delito, a recuperação de 211 veículos e 83 armas apreendidas. Nas estatísticas do Comando de Policiamento do Interior (CPI), 227 pessoas foram presas em flagrante, 136 veículos foram recuperados e 40 armas de fogo foram apreendidas pelo interior.

Nas ocorrências de trânsito, o Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) fiscalizou 53.833 veículos, conduziu 51 pessoas à delegacia, recuperou 18 veículos, apreendeu 5 armas de fogo e prendeu 36 pessoas.

Polícia Civil

Em atuação no litoral do Rio Grande do Norte, a Polícia Civil trabalhou com delegacias fixas e móveis em locais estratégicos de veraneio na região da grande Natal e também no interior. Foram realizadas 30 prisões em flagrante, sendo cinco prisões por tráfico de drogas, cinco por porte ilegal de arma de fogo e três por embriaguez ao volante. Também houve registro de 298 assinaturas de Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) e 3 boletins de ocorrência para atos infracionais.

A instituição também atendeu a uma ocorrência importante na praia de Barra de Maxaranguape, ao encerrar uma festa e conduzir 33 pessoas à delegacia, com autuação por descumprimento do decreto estadual.

Corpo de Bombeiros

Ao realizar constantes ações de prevenção nas praias do litoral potiguar, o Corpo de Bombeiros Militar registrou 18.988 orientações e 8.318 advertências no período da Operação Verão. A ocorrência mais registrada por parte da corporação foi de resgate de vítima em meio liquido com 65 episódios, sendo 27 somente na praia de Pipa e 16 na praia do Meio.

ITEP

De 1º de janeiro a 17 de fevereiro, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) confeccionou 25.343 registros gerais (RGs).

CIOSP

No período em que estava deflagrada a Operação Verão, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), responsável por receber as notificações e distribuir as ocorrências da região metropolitana de Natal, registrou 6.254 ligações com denúncias de perturbação de sossego. Desse quantitativo, 3.379 notificações aconteceram em Natal.

Operação Integração 167

Durante a agenda oficial do Ministro da Justiça e Segurança Pública André Mendonça ao Rio Grande do Norte, a SESED, com apoio das instituições federais de segurança, realizou a Operação Integração 167, em que foram realizadas 158 prisões entre cumprimentos de mandado de prisão e autos de prisão em flagrante.

Por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) o Governo do Rio Grande do Norte intensificou o trabalho, em especial nos municípios litorâneos, durante a Operação Verão 2021. Com a suspensão do carnaval no estado, as instituições de segurança reforçaram as ações de patrulhamento e fiscalização, resultando em prisões, apreensões, advertências e autuações.


Ler Anterior

Empresários rebatem Comitê Científico sobre orientação de fechamento dos estabelecimentos

Ler Próximo

Câmara decide hoje sobre prisão do deputado Daniel Silveira