Papa Francisco critica quem é contra vacina

O papa Francisco afirmou que tomará a vacina contra a covid-19 e criticou quem se posiciona contra a vacinação. Segundo o líder da Igreja Católica, a imunização é um ato ético diante da pandemia. O pontífice tem 84 anos e faz parte do grupo de maior risco para a covid-19.

“Na próxima semana começaremos [a vacinação], já tenho minha data”, disse em em entrevista ao canal italiano Mediaset, que foi ao ar na noite deste sábado (9.jan.2021).

“Acredito que, do ponto de vista ético, todos devem ser vacinados, porque você não só põe em risco a sua saúde, a sua vida, mas também a dos outros”, completou.

O papa disse ainda que “há um negacionismo suicida” sobre a eficácia da vacina, o qual não consegue entender. E mandou um recado aos que são contra a vacinação: “Temos que fazê-lo [o ato de receber a vacina]“.

“Não sei por que alguns dizem ‘não, a vacina é perigosa’, mas se os médicos a apresentam como algo que pode ser bom, que não apresenta riscos particulares, por que não nos vacinarmos?”, questionou o pontífice.

Em 31 de dezembro, a Santa Sé informou que comprou 10.000 doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica Pfizer em parceira com a empresa de biotecnologia alemã BioNTech, que teve eficácia de 90% e já vem sendo aplicada em diversos países. Serão imunizados tanto a Cúria Romana, como funcionários do Vaticano e pessoas atendidas pelo Fundo de Assistência Sanitária.

Com informações do Poder 360

 


Ler Anterior

Concursos públicos oferecem 14.344 vagas em várias regiões

Ler Próximo

Encontrados corpos e destroços do avião que caiu na Indonésia