PF indicia governador do DF por omissão de gastos na eleição de 2018

Suspeita é de que mais de R$ 1 milhão destinados a duas candidatas do MDB foram usados para pagamento de cabos eleitorais. Defesa nega irregularidade

Compartilhe esse post

A Polícia Federal (PF) indiciou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), por omissão de gastos na prestação de contas na eleição de 2018. A suspeita é de que o chefe do Executivo lançou candidaturas laranja durante a campanha. Se comprovado, o fato configura crime eleitoral.

A informação sobre o indiciamento foi confirmada pelo advogado do governador, Marcel Versiani. No ano passado, um relatório policial apontou que foram repassados mais de R$ 1 milhão a duas candidatas da sigla, e o recurso teria sido usado para o pagamento de cabos eleitorais.

A defesa de Ibaneis também disse ao G1 que “não houve omissão na prestação de contas, fato que ficará comprovado quando houver oportunidade para apresentação de defesa”.

Uma das candidatas citadas no caso é Dolores Moreira Costa Ferreira, que recebeu R$ 502 mil do partido, mas apenas 551 votos. Já Kadija de Almeida Guimarães recebeu R$ 573 mil do MDB e teve só 403 votos. A maioria dos recursos veio dos fundos eleitoral e partidário, compostos de dinheiro público.

Já o Palácio do Buriti afirma que o governador Ibaneis “teve suas contas aprovadas pela Justiça Eleitoral”. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF), as contas foram aprovadas pelo TRE-DF ainda em 2018.

Fonte: G1


Compartilhe esse post

Ler Anterior

Bolsonaro escolhe Renato Feder como novo ministro da Educação

Ler Próximo

Argentina faz novo controle da nuvem de gafanhotos e diz que conseguiu reduzir a intensidade da praga

Envie uma mensagem para o setor responsável.
WeCreativez WhatsApp Support
98 FM
Pedir Música
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Flávio Amorim
Comercial
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Sheyla
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Vanessa
Vendas
Acessível