PGR apresenta nova denúncia contra Witzel e mais 11 pessoas

Governador afastado é acusado pelo MP de liderar uma organização criminosa para desviar recursos públicos. Primeira-dama Helena Witzel também foi denunciada.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pela segunda vez, nesta segunda-feira (14), o governador afastado do Rio de Janeiro Wilson Witzel.

Desta vez, ele é apontado como líder de uma organização criminosa que teria montado um esquema para o desvio de recursos públicos.

Além de Witzel, foram denunciados:

  • Helena Witzel, primeira-dama;
  • pastor Everaldo Pereira, presidente nacional do PSC;
  • Edmar Santos, ex-secretário de Saúde;
  • Lucas Tristão, ex-secretário Desenvolvimento Econômico;
  • Gothardo Netto, ex-prefeito de Volta Redonda;
  • Edson Torres, empresário;
  • Victor Hugo Barroso, doleiro;
  • Nilo Francisco da Silva Filho;
  • Cláudio Marcelo Santos Silva;
  • José Carlos de Melo, e
  • Carlos Frederico Loretti da Silveira.

Leia a matéria completa aqui.

Fonte: G1

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil


Ler Anterior

Aprovação de Bolsonaro supera reprovação, diz XP/Ipespe

Ler Próximo

ABC empata com o Globo em jogo treino no Frasqueirão