BUSCAR
BUSCAR
PGR recorre de decisão que estendeu suspeição de Moro a outros processos de Lula
(Foto: Wilson Dias/Arquivo/Agência Brasil)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) recorreu da decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que estendeu a suspeição do ex-juiz Sergio Moro a outros dois processos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A medida foi tomada por Gilmar Mendes no dia 24 de junho. Um dia antes, o plenário reconheceu a parcialidade de Moro ao condenar Lula no caso do triplex em Guarujá (SP).

Na manifestação, a subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo argumentou que a decisão da 2ª Turma do STF, tomada por 3 a 2, “considerou, de maneira expressa, que a conclusão alcançada pelo órgão colegiado possui efeitos restritos”, isto é, somente para o caso do triplex.

O órgão argumentou ainda que em uma das ações Moro não proferiu a sentença, o que foi feito pela juíza federal Gabriela Hardt, que assumiu o caso.

No caso da ação relativa ao Instituto Lula e ao apartamento em São Bernardo do Campo, o Ministério Público também pontuou que Moro “pouco atuou, tendo em vista que a instrução processual ainda está em andamento e foi conduzida, em maior parte, pela citada juíza sucessora, Gabriela Hardt”.

*Por Metrópoles

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]