Pix: O que é e como funciona o novo sistema de pagamentos feito pelo BC

O analista de Sistema e diretor Comercial da Gestus, Robson Gomes, detalhou o novo sistema de pagamentos

O analista de Sistema e diretor Comercial da Gestus, Robson Gomes, participou do 12 em Ponto 98 desta quarta-feira (4) e detalhou o novo sistema de pagamentos criado pelo Banco Central, o Pix.

Confira:

O que é o pagamento Pix?

O Pix é um novo meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, que vai ser uma nova opção ao lado de TED, DOC e cartões para pessoas e empresas fazerem transferências de valores, realizarem ou receberem pagamentos. Com o Pix, as pessoas e empresas poderão fazer essas transações em menos de 10 segundos, usando apenas aplicativos de celular.

Quem criou o Pix?

O Pix foi criado pelo Banco Central. Mas quem vai oferecer o Pix às pessoas e empresas serão as instituições financeiras: bancos, meios de pagamento e fintechs. Da mesma forma que TED e DOC, por exemplo, já aparecem no aplicativo como opções para uma pessoa na hora de fazer transferências de valores, o Pix vai aparecer nesse mesmo aplicativo como mais uma alternativa.

O que significa Pix Banco Central

Pix Banco Central é outra forma de chamar Pix, já que é um meio de pagamento criado pelo Banco Central.

Como aderir ao Pix?

O primeiro passo para aderir ao Pix é criar a chave Pix. Para isso, a pessoa deve usar os canais de atendimento do banco ou instituição financeira onde tem conta.

Como funciona o Pix?

O Pix é uma função que vai aparecer no aplicativo de celular dos clientes de bancos, instituições financeiras e outras empresas de pagamento. Na hora de fechar uma transação – pagamento ou envio de dinheiro – basta escolher o Pix no aplicativo como forma de realizar a operação.

Como cadastrar o Pix

Para cadastrar o Pix é preciso primeiro criar uma chave Pix. A chave Pix representa o endereço da sua conta no Pix. Para criar uma chave Pix, a pessoa ou empresa precisa usar uma dessas quatro formas de identificação: CPF/CNPJ, email, número de telefone celular ou a chave aleatória. A chave aleatória é uma forma de receber um Pix sem precisar informar dados pessoais. Será como um login, ou seja, um conjunto de números, letras e símbolos gerados aleatoriamente que identificará a conta do destino de recursos.

Como fazer transações com o Pix?

Na hora de fazer uma transação – como pagamento ou envio de dinheiro -, o Pix vai aparecer no aplicativo como uma das opções para concluir a operação, ao lado da TED ou DOC, por exemplo. Basta escolher o Pix que a operação será feita pelo Pix. Empresas poderão oferecer o Pix como forma de pagamento aos seus clientes por meio de um QR Code também. Na hora de fechar o negócio, basta escolher o Pix no seu aplicativo e capturar a imagem do QR Code.

Quais as vantagens do Pix para o sistema bancário?

Segundo o Banco Central, as principais vantagens do Pix são:

  • O serviço estará disponível 24 horas do dia, todos os dias, inclusive finais de semana.
  • As transações serão concluídas em menos de 10 segundos
  • O Pix será gratuito para pessoas físicas, inclusive MEIs (microempreendedores individuais).

Fonte: UOL


Ler Anterior

Globo vai decidir em casa vaga para Copa do Nordeste

Ler Próximo

EXCLUSIVO: Direto de Londres, correspondente confirma novo lockdown a partir de hoje