Plano Diretor de Natal não irá permitir construção de ‘espigões’ em Ponta Negra, afirma secretário

Secretário de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb), Tiago Mesquita. Foto: 98FM

O secretário de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb), Tiago Mesquita, disse em entrevista ao programa Repórter 98 desta terça-feira (8), que o Plano Diretor de Natal não irá autorizar a construção de edifícios conhecidos como ‘espigões’ no entorno da praia de Ponta Negra. Entretanto, Mesquita afirmou que o bairro de Ponta Negra será beneficiado pelo Plano Diretor.

“Em relação à Ponta Negra a reposta categórica é não, a gente não vai permitir ‘espigões’ na parte da Zet 1 (Zona Especial de Interesse Turístico), que vai se transformar em Área Especial de Interesse Turístico e Paisagístico 1 (AEITP1), que é exatamente aquela área onde tem os hotéis, as pousadas, da [avenida] Roberto Freire de quem está em direção à praia, do lado esquerdo em direção ao oceano”, explicou Mesquita.

O secretário disse que o Plano Diretor irá garantir o aspecto semi-paisagístico e que a visão do Morro do Careca para aqueles que trafegam na avenida Roberto Freire será mantida. Ele disse ainda que não foi cogitada a construção desses edifícios na área e não houve sequer proposta para tal. Mesquita afirmou que o bairro de Ponta Negra, no entanto, será beneficiado pelo Plano Diretor.

“O bairro de Ponta Negra, como qualquer bairro em Natal, vai ser beneficiado com o aumento de potencial construtivo porque reúne infraestrutura hoje muito melhor do que 14 anos atrás”, disse o secretário.

A terceira e última etapa da Conferência Final do Plano Diretor de Natal será realizada de forma virtual, nos dias 14 a 16 de junho, e destinada exclusivamente à votação destas proposições pelos 119 delegados. O balanço de propostas feito pelo Concidade mostrou que das 464 propostas, 18 foram do segmento Acadêmicos, 45 dos Empresários, 36 dos Movimentos Populares, 58 das ONGs, 91 do Poder Público e 216 dos Trabalhadores. A quarta e última etapa do processo de revisão do Plano Diretor acontecerá na Câmara Municipal de Natal, quando os vereadores irão debater e votar o projeto de lei.

Veja a entrevista:


Ler Anterior

STF marca sessão de emergência para discutir suspensão da Copa América

Ler Próximo

Natal já vacinou 1.320 profissionais da educação pública e privada