BUSCAR
BUSCAR
Indiciado
Por agressão a árbitro, William Ribeiro é indiciado por tentativa de homicídio qualificado
Jogador agrediu Rodrigo Crivellaro em uma partida entre Guarani-VA e São Paulo-RG pela Divisão de Acesso

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul indiciou o jogador William Ribeiro, ex-São Paulo-RG, por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. O ex-camisa 10 do time de Rio Grande agrediu o árbitro Rodrigo Cruvellaro Dias em meio a uma partida entre Guarani de Venâncio Aires e o São Paulo, no Edmundo Feix, válida pela Divisão de Acesso do Gauchão.

No começo da tarde desta quarta, o Ministério Público ofereceu a denúncia nos mesmos patamares que o indiciamento do delegado Felipe Cano, da Polícia Civil. Cabe, agora, ao juiz decidir se recebe ou não a denúncia. O crime de homicídio qualificado tem como pena de 12 a 30 anos de reclusão — mas como foi apenas tentativa, a punição pode cair em um ou dois terços.

Leia também

São Paulo, de Rio Grande, rescinde contrato com William Ribeiro

Jogador que agrediu árbitro no Sul é suspenso do futebol por dois anos

Partida da Divisão de Acesso é interrompida após jogador agredir árbitro

No inquérito, é narrado o momento em que o jogador desfere, primeiro, um soco em Crivellaro e, depois, já com o árbitro caído no gramado, um chute na nuca — presumindo, segundo o documento, “que o agressor tenha assumido o risco de causar a morte”.

À época, o árbitro foi levado para atendimento no Hospital São Sebastião Mártir, de Venâncio Aires, onde foram constatados cortes, escoriações e uma fissura na vértebra cervical C-6. Já William foi preso em flagrante pela agressão e encaminhado para a Penitenciária Estadual de Venâncio Aires, onde passou a noite. 

William está em liberdade provisória desde o dia 5 de outubro, quando a juíza Cristina Junqueira o concedeu o direito. O  Ministério Público chegou a recorrer da decisão na ocasião, mas não obteve êxito.

Fonte: Zero Hora

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]