Presidente da Câmara cobra alternativa do governo para o auxílio emergencial

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse nesta quinta-feira (11) que a situação de trabalhadores afetados economicamente pela pandemia de Covid-19 “está ficando crítica” e cobrou do governo uma alternativa para o auxílio emergencial.

“Se nós tivermos alguma ‘excepcionalização’ com relação à calamidade pandêmica, acho que o governo tem os mecanismos para solucionar isso rápido”, disse o presidente da Câmara. Lira ressaltou que qualquer solução deve respeitar o teto de gastos.

O presidente da Câmara disse ainda que “nada ainda foi encaminhado praticamente” pelo governo, mas que as últimas reuniões com o ministro da Economia, Paulo Guedes, trataram da facilitação da entrega do auxílio.

Lira destacou ainda que a discussão sobre eventual pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial não precisa estar vinculada à tramitação das Propostas de Emenda à Constituição (PEC) que tratam da retomada da agenda econômica, como a PEC Emergencial.

 


Ler Anterior

Concurso da Polícia Civil do RN não será adiado

Ler Próximo

AstraZeneca afirma que vacina adaptada para as variantes da Covid deve demorar até 9 meses