Recém contratado pelo América, Evaristo Piza falou com exclusividade para o Tocando a Bola

Treinador será apresentado hoje (14) em entrevista coletiva

Recém contratado, Evaristo Piza falou com exclusividade para o Tocando a Bola. Foto: Divulgação

Evaristo Piza foi contratado ontem por volta das 19 horas e meia hora depois concedeu entrevista exclusiva ao repórter Marcos Lira no Tocando a Bola da 98 e falou sobre  a sua vinda para o América.

Leia também

Evaristo Piza assume o América para temporada 2021

Apresentação oficial acontece na tarde desta quinta-feira (14)

” A idéia é na minha apresentação e conversar sobre esse planejamento, a partir dai traçar o que será feito em relação ao elenco. Alguns nomes, jogadores que tem contrato tiveram bom rendimento e manutenção e a partir de sexta-feira (14) vamos definir”

Comissão técnica

” Leandro Sena permanece e está indo comigo o Marco Antônio que é o meu auxiliar e o Cláudio Criato que é o preparador físico”

Temporada 2019/202

” Foi boa. Iniciei no Botafogo da Paraíba, antes da pandemia após o jogo com o Santa Cruz houve o encerramento do trabalho, uma demissão. A partir dai teve a pandemia, voltei aos trabalhos no XV de  Piracicaba onde a fez os cinco jogos restantes da Série A2, conseguimos chegar no mata-mata final contra o São Caetano infelizmente não conseguimos o acesso para a Série A1. Depois uma solicitação para ajudar na permanência do Botafogo que demitiu em massa, cinco pontos atrás do penultimo, cinco jogos restantes. Deram duas missões, a permanência do Botafogo e a classificação para a Copa do Nordeste, a gente conseguiu exito nas duas. Mantivemos o Botafogo na Série C e conseguimos a vaga na Copa do Nordeste”

Orçamento e perfil do elenco

” Preciso com mais calma sentar com a diretoria de futebol. Assisti muitos jogos neste período que voltei para São Paulo, essas rodadas das séries C e D do Brasileiro. Achei o América interessante, alguns jogadores com uma qualidade técnica boa, infelizmente não conseguiu o acesso mas era uma equipe bem montada, bem distribuída. Jogadores com experiência, alguns  até já trabalharam comigo, outros eu indiquei para meus times mas não deu certo, como foi o caso do Wallace pernambucano”

Rodrigo Andrade, jogador que foi dispensado do Botafogo da Paraíba depois de um desentendimento com o treinador

” Tudo isso vai ser conversado. Preciso escutar a diretoria, análise desse grupo, colocar minhas ideias. Preciso saber como foi esse período. vamos tomar as decisões juntos, colocar a característica de jogo que eu gosto. Tudo respeitando o orçamento do clube


Ler Anterior

Rua no entorno das obras do Gancho do Igapó será fechada, informa Dnit

Ler Próximo

Polícia do RN passa a integrar programa de combate ao crime organizado em fronteiras e divisas