RN está em “alerta crítico” na lotação de UTIs Covid, segundo Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou nesta terça-feira (9) edição extraordinária do boletim que acompanha a lotação de UTIs no país durante a pandemia de Covid-19: segundo o documento, os índices de ocupação fazem 20 unidades da federação serem classificadas na “zona de alerta crítico”, sendo que 13 unidades, incluindo o Rio Grande do Norte, têm 90% de ocupação.

Na classificação da Fiocruz, as taxas de ocupação são classificadas em zona de alerta crítico (vermelho) quando iguais ou superiores a 80%, em zona de alerta intermediário (amarelo) quando iguais ou superiores a 60% e inferiores a 80%, e fora de zona de alerta (verde) quando inferiores a 60%.

Vinte e cinco das 27 capitais do país estão com taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos iguais ou superiores a 80%, sendo 15 delas superiores a 90%.

Porto Velho (100%)

Rio Branco (99%)

Manaus (87%)

Boa Vista (80%)

Macapá (90%)

Palmas (95%)

São Luís (94%)

Teresina (98%)

Fortaleza (96%)

Natal (96%)

João Pessoa (87%)

Recife (85%)

Aracajú (86%)

Salvador (85%)

Belo Horizonte (85%)

Vitória (80%)

Rio de Janeiro (93%)

São Paulo (82%)

Curitiba (96%)

Florianópolis (97%)

Porto Alegre (102%)

Campo Grande (106%)

Cuiabá (96%)

Goiânia (98%)

Brasília (97%)

As outras duas capitais restantes estão com taxas superiores a 70%: Belém (75%) e Maceió (73%).


Ler Anterior

Barômetros Globais da Economia sobem com sucesso das campanhas de vacinição

Ler Próximo

Decreto estadual com toque de recolher se sobrepõe ao de Natal, segundo entendimento da OAB-RN