RN já perdeu mais de 2 mil doses de vacina contra Covid-19

Natal e Parnamirim lideram o ranking dos municípios que mais registraram perdas técnicas dos imunizantes, só as duas cidades somam 635 doses perdidas

A campanha de imunização contra o novo coronavírus começou no dia 19 de janeiro no Estado. Foto: Elisa Elsie/Assecom-RN
O Rio Grande do Norte perdeu 2.146 das 685.690 doses de vacinas contra Covid-19 recebidas do Governo Federal, somando os imunizantes da CoronaVac e de Oxford, de acordo com o site RN + Vacina, que contabiliza as informações sobre a campanha de imunização no Estado. Juntos os municípios de Natal e Parnamirim já perderam 635 doses do imunizante. A capital lidera o ranking com a perda técnica de 383 doses, já Parnamirim soma 279, enquanto Mossoró fica em terceiro lugar com 216 doses perdidas, em seguida vem Caicó com 183, Jardim de Angicos com 127 e Pureza com 98 doses perdidas. A campanha de imunização contra o novo coronavírus começou no dia 19 de janeiro no Estado.
Um dado que chama atenção é que o município de Jardim de Angicos que tem a população de 2606 habitantes, com 757 de cadastraram no RN + Vacina, perdeu 197 das 931 doses recebidas do imunizante, o que equivale a 21% de perda. Até esta quarta-feira (7), a cidade tinha vacinado 552 pessoas, com as doses perdidas mais 63 poderiam ter sido imunizadas com as 2 doses.
No dia 16 de março a capital não tinha registrado perda técnica de vacinas, quase um mês depois Natal já soma 356 doses perdidas. O município recebeu 187.968 doses e aplicou o total de 111.767, cerca de 59%, e ainda recebeu mais 130 doses adicionais. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Saúde da capital e até a publicação da matéria não recebeu um posicionamento sobre as perdas técnicas do imunizante contra a Covid-19.
Enquanto Parnamirim, que perdeu 279 doses, recebeu 39.825 e usou o total de 29.004, a cidade também chegou a receber 232 doses adicionais do imunizante. Sobre a perda técnica a Secretaria de Saúde do município informou que em fevereiro, durante o período do carnaval, algumas doses foram perdidas devido a um curto circuito em duas Unidades de Básicas de Saúde (UBS). A Secretaria também alegou que alguns frascos estão vindo com menos doses do que o indicado, e que o problema está acontecendo em outros municípios, dessa forma, segundo a pasta, o sistema do RN + Vacina registra as doses faltosas como doses perdidas.
O RN já recebeu 572.040 doses da CoronaVac do Instituto Butantan e 113.650 do imunizante de Oxford em parceira com a Fiocruz. Da CoronaVac, o Estado distribuiu para os municípios 314.829 para a aplicação da primeira dose e 246.557 para a segunda, e manteve a reserva técnica de 11.077. Já do imunizante de Oxford, 100.390 foram destinadas para aplicação da primeira dose e 12.520 para a segunda, o RN tem 640 doses reservadas dessa vacina.
*Matéria atualizada às 12h30 de quarta-feira (7)

 

 


Ler Anterior

Bolsonaro e Putin discutem compra e produção da vacina Sputnik V

Ler Próximo

Brasil bate recorde e registra 4.195 mortes por Covid-19 em 24 horas