RN tem 32 casos sob investigação de coronavírus

Informação foi divulgada na segunda (16) em reunião do Governo, prefeitos e Sesap

Compartilhe esse post

Foto: Elisa Elsie

A decisão do Governo do Estado – que reuniu nesta segunda-feira (16) representantes dos poderes, órgãos públicos federais, estaduais e municipais, associações de prefeituras e outras entidades – para discutir as medidas e articular o trabalho conjunto de combate ao coronavírus, foi saudada pelos participantes. Até o início desta semana, a Sesap registrou um caso importado do novo coronavírus no RN – a paciente já não apresenta mais os sinais e sintomas e já foi liberada do isolamento domiciliar – e investiga, até o início da noite desta segunda-feira, outros 32 casos.

“Esse encontro evidencia a preocupação de todos. Que os gestores tenham consciência de aplicar as medidas de prevenção”, afirmou o presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador João Rebouças. “A união de esforços é necessária para alinhar e legitimar as ações, pois se não houver um trabalho uniforme não dá resultados”, completou o procurador geral de Justiça, Eudo Rodrigues Leite.

Os prefeitos presentes relataram as medidas já tomadas, como o cancelamento de grandes eventos seguindo a recomendação emitida pela Sesap, e reafirmaram a necessidade de atuar conjuntamente. “Precisamos trabalhar para bloquear a cadeia de transmissão e proteger a população acima de tudo. Os municípios estão prontos para agir urgentemente”, destacou o prefeito de São Paulo do Potengi e presidente da Federação dos Municípios do RN, José Leonardo “Naldinho” Cassimiro.

Os chefes dos municípios mais populosos do estado também estiveram presentes na reunião. Para o prefeito de Natal, Álvaro Dias, é necessário ainda pensar na questão fiscal. “Temos que pensar na realidade dura que vamos enfrentar com a queda de arrecadação que acontecerá”, comentou. “É muito importante essa união e todos nós termos a convicção de que sozinhos não faremos nada, pois queremos evitar que o número de casos cresça”, concluiu a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini.

O médico infectologista e professor universitário, Kleber Luz, ressaltou a necessidade de pontuar cada decisão nas informações disponíveis. “Nessa hora tem que se guiar pela ciência e evitar danos à população”, avaliou o docente da Universidade Federal do RN (UFRN), que também vai integrar o comitê estadual de combate ao novo coronavírus.

 

Fonte: Portal Grande Ponto


Compartilhe esse post

Ler Anterior

Coronavírus atrasa reformas e vetos do Planalto no Congresso Nacional

Ler Próximo

Mercados asiático e europeu se recuperam após véspera de perdas

Envie uma mensagem para o setor responsável.
WeCreativez WhatsApp Support
98 FM
Pedir Música
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Flávio Amorim
Comercial
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Sheyla
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Vanessa
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Peça uma Pizza
Acessível