Secretário de Finanças alega que Caern e Potigás “dão lucro” e descarta fazer privatizações; VEJA VÍDEO

Aldemir Freire rebateu críticas da oposição, que cobra do governo Fátima a realização de reformas estruturantes e privatizações para controlar as contas públicas

Secretário de Planejamento e Finanças do Governo do Estado, Aldemir Freire – Foto: YouTube / Reprodução

O secretário de Planejamento e Finanças do Governo do Estado, Aldemir Freire, afirmou nesta quarta-feira (19), em entrevista à 98 FM Natal, que a gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) não cogita privatizar empresas controladas pelo Estado. De acordo com o secretário, não faz sentido vender as estatais potiguares porque todas elas “dão lucro” para o poder público, em especial a Companhia de Águas e Esgotos (Caern) e a Companhia Potiguar de Gás (Potigás).

“As nossas empresas são lucrativas. Não há nenhuma razão objetiva (para privatizar). A gente pode fazer parceria público-privada, abertura parcial de capital… Mas temos duas grandes empresas: a Caern e a Potigás. Todas as nossas empresas são lucrativas. A Potigás deu lucro para o Estado. Vamos receber repartição de lucro agora em maio, do ano passado. A Caern, vamos receber agora em maio, recebemos em dezembro. AGN, Ceasa… Todas as nossas empresas não dão prejuízo, muito pelo contrário”, afirmou Aldemir Freire.

O secretário de Finanças rebateu críticas da oposição, que cobra do governo Fátima a realização de reformas estruturantes e privatizações para controlar as contas públicas. Aldemir Freire ressaltou que não faz sentido realizar privatizações e, quanto às reformas, algumas delas já foram realizadas pelo atual governo.

“Nós fizemos as reformas que a oposição, quando estava no governo, não fez. Nós fizemos a reforma da Previdência, fizemos a reforma do Proadi para Proedi… Nós fizemos as reformas que precisavam ser feitas. Reformamos nosso sistema de incentivos fiscais e fizemos a reforma administrativa. Não temos excesso de servidores, muito pelo contrário”, destacou.

Confira a declaração do secretário:


Ler Anterior

Secretário de Fátima sugere abrir CPI para investigar Robinson e Rosalba por fechamento de UTIs e não aplicação de R$ 200 milhões na saúde

Ler Próximo

Vereadores aprovam título de “Cidadão de Extremoz” para Bolsonaro em agradecimento por verbas enviadas na pandemia