Segundo pedido de impeachment contra Donald Trump é rejeitado no Senado

Foto: Carlos Barria/Reuters

Por Redação

Os senadores dos Estados Unidos rejeitaram, neste sábado (13), o segundo pedido de impeachment contra o ex-presidente Donald Trump. Foram 57 votos a favor da condenação, e 43 contra. Eram necessários 67 votos para que o ex-presidente tivesse os direitos políticos cassados.

Na votação, o número de senadores democratas e republicanos era igual: 50 para cada lado. Todos os democratas votaram a favor da condenação de Trump, mas apenas sete republicanos entenderam que o ex-presidente merecia perder o direitos políticos. Como os 2/3 dos votos não foram alcançados, Donald Trump foi considerado absolvido.

Por meio da assessoria de imprensa, Trump declarou que “nenhum presidente jamais passou por algo semelhante, e continua porque nossos oponentes não conseguem esquecer os quase 75 milhões de pessoas, o maior número de todos os tempos para um presidente em exercício, que votou em nós há poucos meses”.

O pedido de impeachment havia sido motivado após as declarações de Trump, então presidente dos EUA, no dia da invasão do Capitólio, sede do congresso americano. Opositores argumentaram que ele havia incentivado as manifestações violentas, que acabaram com cinco mortos.

No dia 13 de janeiro, o pedido de impeachment foi aprovado pela Câmara dos Representantes. Naquela ocasião, os 222 deputados democratas foram a favor da abertura do processo. Entre os republicanos, 10 dos 211 deputados votaram favoráveis. Com o placar fechado em 232 votos a favor e 197 contra, mais 4 abstenções de republicanos, o pedido passou para o senado, que o rejeitou hoje.

Com o resultado deste sábado, não há nada que impeça Donald Trump de se candidatar a presidência em 2024.

 


Ler Anterior

Terremoto com magnitude 7,1 atinge costa leste do Japão

Ler Próximo

Assaltantes matam idoso durante assalto à casa de praia em Jacumã