Sem aval do Ministério da Saúde para incluir novos grupos, RN vai usar reserva técnica para vacinar imprensa

Vacinação contra a Covid-19 será ampliada para profissionais da imprensa – Foto: Governo do DF / Reprodução

A vacinação contra a Covid-19 dos profissionais de imprensa do Rio Grande do Norte, anunciada nesta sexta-feira (2) pela governadora Fátima Bezerra (PT), após acordo entre Governo do Estado e prefeituras, será realizada com parte do estoque de reserva técnica de vacinas. A informação foi confirmada ao PORTAL DA 98 FM pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).

A decisão, pactuada na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), decorre do fato de que o Estado não tem autorização do Ministério da Saúde para usar os lotes regulares para imunizar grupos que estão fora do Plano Nacional de Imunização (PNI). Como decidiu incluir uma categoria que não está no PNI, o Estado, então, decidiu recorrer à reserva técnica.

Uma decisão de abril da Justiça proíbe Governo do Estado e prefeituras de vacinar grupos que estão fora do PNI – caso dos profissionais da imprensa. A decisão, da juíza Ana Nery Lins de Oliveira Cruz, estabelece que a vacinação só pode ser ampliada para novos grupos com autorização expressa do Ministério da Saúde – o que não ocorreu no caso dos profissionais da imprensa.

No momento, além dos grupos prioritários tradicionais, estados e municípios só estão autorizados a vacinar por faixa etária, em ordem decrescente. Em Natal, por exemplo, estão sendo vacinadas todas as pessoas com 42 anos ou mais sem comorbidades.

Ao PORTAL DA 98 FM, a Sesap informou que não precisou da autorização do Ministério da Saúde para ampliar a vacinação para a imprensa porque vai utilizar a reserva técnica. A pasta disse que tem apoio do Ministério Público para tomar a decisão.

Anúncio da governadora

O anúncio de que profissionais da imprensa serão vacinados de forma prioritária foi feita pela governadora Fátima Bezerra durante agenda em Mossoró nesta sexta-feira.

“Os profissionais da imprensa do Estado foram incluídos como grupo prioritário na campanha de imunização contra a Covid-19 no RN e a vacinação dos profissionais já deve ser iniciada na próxima semana”, escreveu a governadora pelo Twitter.

Aos jornalistas, a governadora afirmou que a vacinação deste grupo é importante porque comunicadores desempenham “papel estratégico” durante a pandemia da Covid-19.

“Conseguimos aprovar na CIB a inclusão de vocês, profissionais da imprensa, no plano estadual de imunização. E já começa a partir da próxima semana. Uma decisão mais do que importante, justa, pelo papel tão importante, estratégico que vocês têm desempenhado nesse contexto da pandemia. O trabalho de comunicação que vocês têm feito diuturnamente na rua tem contribuído e muito para salvar vidas no Rio Grande do Norte”, afirmou a governadora.


Ler Anterior

MPF processa Pazuello em R$ 122 milhões por negligência na condução da pandemia e na compra de vacinas

Ler Próximo

Natal começa a vacinar lactantes com bebê de até um ano de idade a partir de hoje (2)