BUSCAR
BUSCAR
Silvio Criciúma, a classificação na Copa do Brasil e o clássico contra o América

Depois da merecida classificação contra o Botafogo pela Copa do Brasil, o treinador do ABC, Silvio Criciúma analisou o jogo e já projetou o clássico de domingo contra o América pelo Campeonato Estadual.

Pela Copa do Brasil, o ABC espera pelo sorteio da CBF que vai definir o confronto em jogo único, valendo a mesma regra do empate no tempo normal decisão nos pênaltis e nesta fase já entram os “grandes” do futebol brasileiro, e lembrando que pela classificação para a terceira fase, o ABC tem cota de 1 milhão e 700 mil reais.

O jogo

“Foi o décimo terceiro jogo e em 12 jogos nós saímos na frente do placar com exceção do jogo com o CRB, todos os jogos a gente teve a segunda bola para fazer o 2 a 0. Hoje ( contra o Botafogo ) não foi um jogo tão claro de ter a segunda bola, uma chance clara de fazer o 2 a 0 até pela dramaticidade e pela importância e significado do adversário, mas foi um jogo controlado. Nós tivemos no primeiro tempo uma chance de gol dupla do Botafogo em um erro de saída de jogada nossa com duas grandes defesas do Wellington. O restante do jogo foi sob controle, é natural baixar linha, o Real Madrid faz isso mas com qualidade e nós também fizemos com qualidade, tivemos controle defensivo”

“Tivemos  desfalque de um atleta importante ( Wallyson ) a equipe não sentiu, imprimimos um futebol forte de inicio para fazer o gol, continuamos na primeira etapa tendo a posse de bola, faltou a gente rodar  mais essa bola no campo ofensivo para desgastar mais o adversário para poder criar mais chances de gol”

O empate e os pênaltis

” Foi uma bola parada, um escanteio no limite do tempo que o goleiro veio para a área, a marcação ficou faltando alguém e foi um pecado muito grande, até então a gente controlou bem as bolas, felizmente tivemos a capacidade de conseguir nos pênaltis a classificação, mas o merecimento foi total nosso”

Leia também:

Copa do Brasil: ABC classificado, América eliminado

Vitinho

” Gente ele foi alçado ao  profissional no inicio da temporada logo depois que a gente se apresentou, é um menino de 18 anos, tem bastante coisa para ajustar, para melhorar. O Allan Pedro apesar da idade já tem uma rodagem maior. O Wallyson é um atleta representativo assim como o Wellington pela história construida, mas é legal ver novas situações surgindo e o Vitinho vai melhorar com o tempo. O futebol de hoje com a midia, a rede social transforma tudo em muito grande e também joga lá em cima . Nada vai me tirar do caminho em  relação ao Vitinho, que tá ganhando corpo que tem bastante coisa para melhorar e vai nos ajudar bastante”

Clássico

“O astral até entrar em campo ele favorece o ABC, mas é só até entrar em campo e o contrário também valeria. Viemos de uma sequencia de jogos encorpados da copa do Nordeste, não é repetir palavras mas  clássico tem esse diferencial. Uma equipe que está em baixo no momento seja por classificação, enfim, as coisas se igualam e nós agora mudamos a página. Saímos da Copa do Nordeste, conseguimos a classificação na Copa do Brasil e agora temos uma certa exclusividade para pensar no Campeonato Potiguar que a gente tem pontuação de líder ( 3 jogos a menos ) e a gente precisa confirmar essa pontuação. Logicamente que jogar contra o rival ( América ) neste momento significa deixar o rival em uma situação difícil nos deixa mais confiante para entrar na Arena domingo. Da mesma forma que considerei contra o Botafogo 50% vai ser a mesma coisa contra o América, vai ser jogo grande”.

Sobre Wallyson, o treinador disse na coletiva que ele foi relacionado contra o Botafogo para tratamento e para estar junto com o grupo, mas que não conta com o atacante para o jogo de domingo, quatro da tarde na Arena das dunas contra o América.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]