Supremo decide que processos de Lula vão para Justiça do Distrito Federal

STF retomou hoje o julgamento de recursos sobre a decisão individual do ministro Edson Fachin que anulou as condenações de Lula na Operação Lava Jato

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foto: Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (22) enviar os processos aos quais responde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Justiça Federal do Distrito Federal. O STF retomou hoje o julgamento de recursos sobre a decisão individual do ministro Edson Fachin que anulou as condenações de Lula na Operação Lava Jato.

No último dia 15, o plenário rejeitou recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR) que buscava reverter a anulação das condenações do ex-presidente, e as anulações das condenações foram mantidas, e Lula permaneceu elegível.

Os ministros decidiram nesta quinta-feira se os processos ficariam na Justiça Federal do Distrito Federal, como entendeu Fachin, ou se iriam para São Paulo, como sugeriu o ministro Alexandre de Moraes, por ser o local onde supostamente teriam ocorrido os crimes dos quais o ex-presidente foi acusado. Fachin reafirmou a posição de que o destinatário dos processos é a Justiça Federal do Distrito Federal.

O voto de Fachin foi acompanhado pelos ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Gilmar Mendes. Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes defenderam o envio para São Paulo. Nunes Marques, Marco Aurélio Mello e Luiz Fux, presidente da Corte, entenderam que as ações deveriam continuar em Curitiba.

*Com informações do G1


Ler Anterior

Sine-RN oferece 37 vagas de emprego na Grande Natal nesta quinta-feira (22)

Ler Próximo

Após ficar com estoque em nível crítico, Natal compra medicamentos e começa a regularizar kit intubação