Suspeita de receber propina, ex-deputada Cristiane Brasil se apresenta à polícia

Ex-deputada federal responde por atos supostamente praticados entre maio de 2013 e maio de 2017, quando assumiu secretarias municipais nas gestões de Eduardo Paes e Marcelo Crivella.

A ex-deputada federal Cristiane Brasil se apresentou no prédio da chefia de polícia, no Centro da Cidade, nesta sexta-feira (11), na segunda fase da Operação Catarata, que investiga supostos desvios em contratos de assistência social no governo do estado e na Prefeitura do Rio.

Havia um mandado de prisão contra ela, que chegou a ser procurada pela operação durante toda a manhã, mas não foi encontrada. Segundo a assessoria de Cristiane, ela estava fora do estado.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil afirmam que o esquema pode ter desviado R$ 30 milhões dos cofres públicos entre 2013 e 2018 — parte em espécie.


Ler Anterior

Indicador de Atividade Econômica aponta crescimento de 2,8% em julho

Ler Próximo

Brasil perde 4,6 milhões de leitores em quatro anos