Advogado de Mossoró é alvo de operação suspeito de esconder veículo e fingir que foi roubado para receber seguro

Carro foi apreendido para ressarcir seguradora - Foto: Reprodução
Bens foram apreendidos para indenizar seguradora que foi vítima - Foto: Reprodução

Um escritório de advocacia de Mossoró, no Oeste Potiguar, foi alvo de um mandado de busca e apreensão nesta terça-feira (11) dentro de uma investigação da Polícia Civil sobre estelionato e falsidade ideológica.

Além das buscas, a polícia bloqueou bens na conta de um advogado suspeito dos crimes.

Os mandados foram cumpridos por policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov Mossoró) dentro da “Operação Sinistro“.

Durante as diligências, os investigadores apreenderam um veículo e uma motocicleta de luxo, além de bloquearem recursos financeiros na conta do investigado.

As investigações revelaram que o advogado teria ocultado um veículo visando receber de forma ilícita o seguro, causando considerável prejuízo financeiro à seguradora. O investigado teria escondido o veículo em outra cidade e prestado um boletim de ocorrência por roubo para dar o golpe na seguradora.

Segundo o delegado Adeângelo Melo, da Deprov de Mossoró, o roubo não aconteceu, e o veículo ainda é procurado. Há uma suspeita de que o veículo tenha sido levado para Patu.

Os indícios colhidos ao longo da operação levaram ao indiciamento do advogado pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. Os bens que foram apreendidos nesta terça-feira foram colocados à disposição do Judiciário e serão utilizados para ressarcir os danos causados à seguradora vítima.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima por meio do Disque Denúncia 181.